10 dicas para emagrecer e manter o peso de forma saudável

Descubra seus motivos, procure ajuda profissional e promova um processo de emagrecimento inteligente para manter o peso desejado!

Como perder peso com saúde
Foto: Getty Images

Passar por uma processo de emagrecimento e reeducação alimentar é uma tarefa difícil para muitas pessoas. E, em um momento posterior, manter tudo o que você lutou para conquistar pode ser ainda mais desafiador. Por isso, faça essas mudanças na sua vida pelas razões certas, aquelas serão responsáveis por te motivar todos os dias!

Com a entrada de um ano novo, emagrecer é um dos itens mais recorrentes na lista de projetos das pessoas. Por isso, a psicóloga Rosalina Moura e a nutricionista Lara Natacci separaram dicas preciosas não só para perder aqueles quilinhos indesejados, mas também para manter uma alimentação e uma vida saudável!

 

 

Como perder peso com saúde

Foto: Getty Images

1- Descubra o motivo pelo qual você quer emagrecer

A motivação é muito importante para seguir firme na rotina! Por isso, as profissionais recomendam a produção de uma lista com motivos e benefícios de perder peso, com tópicos sendo acrescentados a cada dia. “Por exemplo: ter mais saúde, mais energia para brincar com os filhos, ficar disposto para o trabalho, autoestima, engravidar, caber naquele vestido, envelhecer mais saudável, dormir melhor, entre outros fatores. Deixe essa lista em um local visível para aumentar a sua motivação”, aconselham.

2- Fuja das dietas da moda

As especialistas explicam que dietas muito restritivas, além de causarem perda de massa magra e efeito sanfona, podem trabalhar contra o seu objetivo, aumentando a a ansiedade e a tensão, fazendo com que o seu corpo sinta maior necessidade de alimentos geradores de satisfação rápida, como os ricos em açúcar e gordura.

3- Não queira mudar tudo de uma vez

Uma mudança brusca pode dificultar todo o processo! “Siga passos graduais. Para mudar um hábito ou comportamento é importante planejar bem as metas a serem atingidas de curto, médio e longo prazo”, afirmam Rosalina e Lara.

4- Defina metas “SMART”

Você mesmo deve traçar suas metas, sempre com um objetivo em mente e tendo em vista suas condições e limites. Para ajudar, as profissionais orientam a definição de metas “smart”. “Elas são: específicas, mensuráveis, alcançáveis, realistas e temporais. Por exemplo: Vou comer uma fruta no café da manhã, de segunda a sexta”, elucidam.

5- Antecipe os obstáculos

Quais aspectos você acredita que podem atrapalhar? Para emagrecer e manter o peso, antecipe-os: se você sabe que um determinado lugar representa uma tentação muito grande, evite ir até lá.

6- Conheça você mesmo!

Observe o seu comportamento quando está com fome, ou com aquela famosa vontade de comer. A dica das especialistas é: “escreva o que aconteceu, o que pensou e sentiu ou procure conversar com alguém sobre o que está te incomodando ou preocupando. Essa é uma forma de conseguir aliviar a ansiedade e não descontar na comida”.

7- Treine a sua respiração

As técnicas de respiração são capazes de auxiliar em momentos de ansiedade e angústia. Por isso, procure se acalmar focando no ato de respirar e mentalizando coisas boas. Pode parecer uma atitude simples, mas o efeito é surpreendente!

8- Engaje aqueles que estão ao seu redor

Pessoas que entendam o momento pelo qual você está passando e, principalmente, aquelas que também possuem o objetivo de uma vida mais saudável podem exercer influencia positiva. “Esta ajuda pode ser abrangente como rever a sua lista de compras, aprender a cozinhar de forma mais saudável, praticar juntos uma atividade física, fazer as técnicas de relaxamento com você e ouvir os seus desabafos”, ressaltam Rosalina e Lara.

9- Busque ajuda profissional

Psicólogos, psiquiatras, nutricionistas, nutrólogos e endocrinologistas são muito importantes para seguir no caminho certo!

10- Aprenda com os insucessos

Não se culpe, você não ganhará nada com isso. Apenas use as experiências negativas como fonte de aprendizado.

LEIA TAMBÉM

Texto: Érika Alfaro | Consultorias: Rosalina Moura, psicóloga; Lara Natacci, nutricionista

Recomendadas para você