Connect with us

O que você está procurando?

Bayard

O sucesso e a força do Galo

Cada vez mais forte, Atlético Mineiro chega como bicho-papão. E ainda tem o Horto!

Crédito: Bruno Cantini/Atlético Mineiro
[PAGE TITLE]
Crédito: Bruno Cantini/Atlético Mineiro

Crédito: Bruno Cantini/Atlético Mineiro

Se há um favorito ao título antes mesmo de a bola rolar no Brasileirão, esse time é o Atlético Mineiro (chamado carinhosamente de “Galo”). A boa fase do clube já dura pelo menos quatro temporadas, com dois vices (2012 e 2015), um título da Libertadores, um da Copa do Brasil e três do Estadual. E o melhor, em tudo o que disputou desde 2012 mostrou um grande futebol.

A campanha de 2015 foi uma das melhores da história do clube, mas não suficiente para sua fanática torcida soltar o grito de campeão brasileiro, algo que não acontece desde 1971. Assim, só há uma certeza na Cidade do Galo: desta vez, o time vai lutar ainda mais pela ponta. E o trabalho para isso começou com a manutenção de boa parte do elenco. Da equipe titular do ano passado, apenas Jemerson e Giovanni Augusto deixaram o clube.

Como se não bastasse, algumas contratações deixaram o elenco ainda mais forte. O atacante Robinho chegou a BH para ser um ídolo comparado a Ronaldinho Gaúcho. Entusiasmado com a calorosa recepção, o craque não decepcionou os torcedores e tem feito belas apresentações. Os equatorianos Cazares, ex-Banfield, e Erazo, ex-Grêmio, acentuam o sotaque espanhol da equipe, que já conta com os argentinos Lucas Pratto e Dátolo, além do técnico Diego Aguirre.

Mas não será surpresa se alguns jovens que ainda buscam espaço se destacarem durante a campanha, como os atacantes Hyuri, que estava no futebol chinês, e Clayton, revelação do Figueirense. Luan e Lucas Pratto, xodós da torcida, devem manter a titularidade, mas em uma temporada longa e difícil, um banco qualificado faz a diferença. O “fator Independência” também deve contar a favor do Galo. No estádio já imortalizado pela frase “caiu no Horto, tá morto” e as heroicas vitórias na campanha do título continental, o Atlético tem um aproveitamento acima de 80%.

Advertisement. Scroll to continue reading.

O que pode atrapalhar? O Galo sonha com o bi da Libertadores, para se igualar ao rival, e uma eventual eliminação pode abater os jogadores. Mas este ano, nem isso parece ser uma ameaça para o time brasileiro que mais recebe elogios da crítica esportiva atualmente.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Advertisement

Você também vai gostar

Saúde

Aplicado como preenchimento para aumentar a musculatura, óleo mineral pode ser fatal

Fitness

Treinador explica os riscos de realizar certos movimentos de maneira inadequada na academia

Condicionamento Físico

Parar de praticar exercícios físicos por um tempo pode dificultar a volta para a academia. Confira como readaptar o corpo e recuperar o ritmo

Emagrecimento

Especialista em emagrecimento revela três benefícios da perda de peso que vão além dos fatores estéticos. Ganhos podem servir de motivação