Colocou silicone e quer voltar a correr? Veja dicas

Tire todas as suas dúvidas e saiba como retornar para a atividade

corrida pós silicone
Foto: Getty Images

Quer saber como retornar para a corrida pós silicone nos seios? Para quem pratica atividade física regular, principalmente as de alto impacto como correr, é comum surgirem algumas dúvidas em relação ao tempo, intensidade e qual exercício fazer nesse período depois da cirurgia.

Segundo o educador físico Jakson Couto, da Academia Body Tech, geralmente as alunas ficam no mínimo um mês sem correr. Elas iniciam com uma caminhada a partir da terceira semana e os treinos de musculação para membros inferiores a partir da quarta semana, tudo isso dependendo da dor individual de cada uma. Algumas pessoas podem levar até dois meses para deixar de sentir dor e conseguir voltar com segurança às atividades.

Veja alguma dicas para voltar à corrida pós silicone nos seios:

1 – Tenha calma: o retorno às corridas em ritmo forte, geralmente são liberados entre a 6ª e a 8ª semana (dependendo do conforto da paciente). Em média, quando se completam os dois meses, elas já estão correndo.

2 – Use top adequado: lembrando que após a cirurgia, é essencial usar um sutiã especial e/ou um top bem reforçado/apertado para proteger os seios dos impactos ocasionados pelo movimento intenso da corrida.

3 – Treino superior: depende do método usado para inserir as próteses. Os métodos mais realizados são o de implante via axial ou pela mama. Geralmente a axial é inserida por baixo do músculo, o que tende a aumentar o tempo de recuperação e sensação de dor. Nesse caso, elas conseguem voltar entre a 3ª e a 4ª semana.

corrida pós silicone

Foto: Getty Images

4 – Incisão: o implante pela mama, que geralmente é feito por cima do músculo, tem uma recuperação bem diferente, mais rápida e menos dolorosa. Na 8ª semana já é possível retornar às periodizações normais e sem restrições. Outra coisa importante é sempre prestar atenção na sua percepção de dor e respeitar qualquer limitação. Além disso, é essencial que o profissional de educação física esteja sempre atualizado com as recomendações do cirurgião.

5 – Cuidado com movimentos bruscos: é importante prestar muita atenção ao balanço do peito e não abusar. O balanço de alto impacto não é bem-vindo nesse período de pós-operatório, mas assim que a paciente estiver se sentindo segura e sem dor, já poderá voltar a treinar normalmente.

6 – Tempo de recuperação: de acordo com o cirurgião, o período total de recuperação gira em torno de três meses. O tempo pode variar de acordo com o tipo de cirurgia e a posição da prótese de mama, e isso vale também para a corrida e musculação. Um ponto positivo é que a corrida ajuda a retardar a flacidez das mamas, pois melhora o tônus muscular e a vascularização dos tecidos.

Gostou de saber sobre a corrida pós silicone? Então não deixe de nos acompanhar nas redes sociais para saber mais sobre saúde e esporte: InstagramFacebook e Twitter.

Fontes: médico cirurgião plástico, Alexandre Barbosa formado pela pela PUC Campinas / educador físico Jakson Couto – coordenador técnico da Bodytech Indianópolis.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você