Estresse engorda? Descubra se é mito ou verdade e como mudar isso

Não deixe o emocional influenciar sua vida e dieta negativamente

estresse engorda
Foto: Shutterstock

A maior parte das pessoas com sobrepeso ou obesas já tentou emagrecer. Muitas alcançaram seus objetivos, mas com o passar do tempo não conseguiram manter o peso e voltaram a engordar. Isso pode fazer com que erroneamente se conclua que não é capaz, minando a autoconfiança e abrindo espaço para que se coma ainda mais em função da frustração. Muitos sentimentos acabam por servir como gatilho para um descontrole alimentar. O estresse engorda, assim como a extrema felicidade também.

É muito comum que as pessoas usem a comida como um alívio ou “calmante”, seja para uma leve ansiedade ou uma decepção profunda. Quando estamos impacientes, nosso corpo e cérebro pedem por alimentos que geram prazer, satisfação imediata e energia, geralmente os mais calóricos ou mais gordurosos.

Para romper com este círculo vicioso, consultamos a psicóloga Rosalina Moura, especialista em gerenciamento do estresse e emagrecimento, para comentar algumas dicas fáceis para se alimentar de forma consciente, sem ser influenciado por sentimentos.

O estresse engorda, mas você pode parar este mal com 6 dicas básicas

Suas causas e soluções

Uma das causas do sobrepeso é o descontrole alimentar, que está muito relacionado às nossas crenças e valores. São eles que modelam os nossos comportamentos e a forma como nos percebemos. Algumas crenças funcionam como sabotadores silenciosos e nos impedem de mudar e alcançar o que realmente queremos na vida. Para assumir o controle diante da comida, é importante que a pessoa se aproprie da condução da própria vida. Isso acontece por meio da ampliação do autoconhecimento e da realização de mudanças internas que possibilitem encarar a vida com mais leveza.

É necessário olharmos para nós mesmos e tomarmos consciência de que tudo o que fazemos são escolhas, mesmo que inconscientes. E nós temos o poder de fazer escolhas diferentes e termos resultados diferentes na vida. É possível ajudar as pessoas a comer de forma mais consciente e controlada, aprender a lidar com os seus sentimentos e emoções sem buscar compensação ou conforto na comida.

Consultoria: a psicóloga Rosalina Moura é especialista em gerenciamento do estresse e emagrecimento. 

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você