Connect with us

O que você está procurando?

(+) Esportes

CrossFit sem lesões: as dicas e os cuidados para um treino intenso

Alongamentos, pesos, roupas, local, empolgação… Elencamos os pontos-chave para você prestar prestar atenção e não correr esse riscos durante o CrossFit!

Homem sem camisa praticando um dos exercícios do CrossFit
(Foto: Shutterstock Images)

Os estúdios de CrossFit realmente viraram febre por aqui. Tanto que, em 2016, o Brasil já estava em segundo lugar no ranking mundial de número de boxes da modalidade, perdendo apenas para os Estados Unidos, de acordo com o levantamento do site Ativo. O motivo de tanto sucesso é por se tratar de um método que mescla movimentos do treinamento militar com exercícios funcionais dinâmicos e de alguns esportes olímpicos. O resultado é uma aula desafiadora e sem monotonia, que trabalha o corpo todo de 40 min a 1 h.

“O CrossFit atrai alunos que buscam o ganho de massa magra (hipertrofia), condicionamento físico e também aqueles que querem perda de peso, por apresentar resultados estéticos rápidos. Além disso, a prática garante mais saúde e disposição no dia a dia”, fala o professor de educação física e head coach Thiago Martinez, do CrossFit Dádiva, em São Paulo (SP).

Mas, se por um lado as aulas sempre sugerem novos desafios e muita motivação, por outro, apresentam grandes riscos de lesões. Foi isso o que constatou um estudo publicado em 2013 pela revista norte-americana sobre treinamento de força, a Journal of Strength and Conditioning Research. Segundo os dados, dos praticantes de CrossFit pesquisados, 73,5% tiveram algum tipo de lesão, principalmente nos ombros e na coluna. E 7% deles foram submetidos a cirurgias. Com isso, a modalidade foi comparada a esportes mais “brutos”, como halterofilismo e rúgbi.

CrossFit para todos?

Não há um consenso sobre isso. O médico ortopedista Antonio Alexandre Faria, da Cotesp Medicina Esportiva, em São Paulo (SP), não recomenda a modalidade para pessoas com hérnia de disco, compressão discal, cardíacas, hipertensas, com problemas de dores e desgastes nas articulares nos ombros, quadril e joelhos. “O CrossFit é uma atividade que deve ser evitada por grupos de risco, pois não permite o controle da intensidade do treino”, alerta o médico ortopedista.

O personal trainer Wesley Pereira Paixão, de Brasília (DF), coloca que essa aula também não deveria ser indicada para pessoas que possuem algum tipo de limitação ou mecanismos de lesões: “Se a pessoa entorta joelho, tornozelo ou quadril durante um agachamento, por exemplo, não deveria praticá-la. Esse tipo de descompensação pode causar desgastes nas articulações, gerando lesões com o passar do tempo”, explica o preparador físico, que também é especialista em prescrição de exercícios para grupos de risco. Nesse caso, ele orienta que a pessoa faça primeiro um trabalho para corrigir o problema, com aulas de Pilates e ioga, a fim de alongar e fortalecer estruturas do corpo.

No entanto, o head coach Thiago Martinez lembra que alguns boxes de CrossFit oferecem avaliação física periódica para detectar esses problemas estruturais e orientar o preparo do aluno para evitar lesões. Mas concorda que isso não acontece na maioria deles. Pessoas sedentárias que desejam sair dessa condição se aventurando no CrossFit também exigem atenção redobrada: “As aulas misturam muita repetição, velocidades altas e carga. Sem preparo, pode ocorrer uma lesão”, fala Wesley. E é por isso mesmo que Thiago reforça

a ideia de buscar uma academia de CrossFit com professores que orientem o aluno de forma individual. “Primeiro, eles vão passar exercícios de fortalecimento e alongamento, e só depois ensinarão a técnica de execução para que o movimento seja realizado direito e com consciência”, explica o head coach.

Segure a empolgação

Outro grande problema, segundo Thiago, é o aluno ou até mesmo o ambiente ser competitivo demais. “A maioria que treina CrossFit acaba querendo pegar muito pesado. Se a pessoa pular algumas etapas, acabará desenvolvendo lesões.” Daí a importância de buscar uma academia preocupada em promover saúde e qualidade de vida, sem o foco de treinar seus alunos para competições. “É importante entender a proposta do box antes de se matricular. Assim, o aluno garante que o coach observe e oriente sobre a quantidade de peso e a velocidade de execução”, comenta Thiago.

Ele explica ainda que, apesar do método CrossFit sugerir a aula em três blocos — warm up (aquecimento ) , skills (momento de ensino de uma técnica) e WOD (workout of the day, que é a hora de exercícios mais intensos) — cada lugar trabalha de um jeito. “Algumas academias acabam passando para os alunos iniciantes os mesmos treinos dos avançados, enquanto outras orientam os mais novatos de forma gradual ”, comenta o head coach.

Além das lesões, o excesso de treino ou overtraining também é um risco para os praticantes de CrossFit. Por isso, Thiago sugere que pessoas sedentárias comecem com duas aulas por semana. “O método propõe um trabalho completo, mas o aluno precisa de descanso até entrar no ritmo”, alerta o head coach. Se o aluno já treina, pode fazer três vezes na semana. Uma pessoa bastante ativa, porém, pode treinar em seis dias da semana. Outra possibilidade é fazer uma ou duas aulas de CrossFit para ajudar o condicionamento físico e combinar com outras atividades.

Se você está empenhado em se matricular em uma academia de CrossFit, confira 7 dicas sobre o que levar em conta para diminuir qualquer risco de se machucar:

Texto: Diana Cortez

Escrito por

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Últimas Noticias

Saúde

Esse método de exercícios não para de conquistar praticantes pelo mundo afora

Treinos

Entender cada conceito lhe ajuda a atingir os seus objetivos

Treinos

Professor revela quatro técnicas especiais para realizar uma caminhada de verdade

Eventos

Espaço dedicado para os nutricionistas ampliarem a sua visão de negócios

Eventos

Aproveite a Meia Maratona Internacional de SP e descubra o que é necessário para completar o seu circuito

Treinos

A disciplina é o que importa para conquistar ganhos expressivos

Advertisement

Você também vai gostar

Treinos

Esse exercício também ficou famoso por conta da sua intensidade

Treinos

Essa modalidade, consolidada em diversos países, está entre as opções para quem quer emagrecer

Treinos

A precaução ajuda antes de fazer essa "união" de atividades físicas

Treinos

Esse público precisa de um acompanhamento para que não comprometa a sua saúde