Suplementos que ajudam no treino dos mesomorfos

O biotipo dos sonhos: facilidade em ganhar massa muscular e dificuldade em armazenar gordura.

Suplementos
Foto: Reprodução / iStock

Nós já falamos aqui na Sport Life sobre dois biotipos diferentes: os ectomorfos e endomorfos. Os ectomorfos são pessoas muito magras, que não retêm gordura no corpo, e possuem dificuldade de aumentar a massa muscular. Já os endomorfos são os mais gordinhos, que conseguem desenvolver músculos, mas retêm gordura na mesma proporção.

Há ainda um terceiro biotipo: os mesomorfos. Esse é o biotipo dos sonhos. Eles reúnem o que há de melhor nos ectomorfos e endomorfos: facilidade em ganhar massa muscular e dificuldade em armazenar gordura. Os mesomorfos não possuem grandes desafios: seu plano de treinamento envolve apenas a construção de massa muscular.

Suplementos e uma fita métrica

Foto: iStock

É importante lembrar que, mesmo sendo um mesomorfo, o alto consumo de alimentos ricos em gorduras de baixa qualidade favorecerá o seu acúmulo. O mesmo acontece com a construção de massa muscular. Os mesomorfos possuem grandes privilégios e facilidades, mas não são imunes aos resultados de maus hábitos.

Se você se encaixa nesse biotipo e quer ter resultados mais rápidos ou eficazes, nada te impede de tomar suplementos. Confira algumas dicas:

Suplementos para vários biotipos

Os mesomorfos se beneficiam de todos os produtos destinados aos ectomorfos. Você pode conferir aqui 8 suplementos para ganhar massa muscular que recomendamos para eles. Mas como não têm necessidade de consumir tantas substâncias que ajudam a desenvolver musculatura, a sugestão é consumir creatina, beta-alanina, arginina e algum termogênico antes do treino, além de outros como:

1. Blend de proteínas

Composto de vários tipos de proteína, incluindo a de soja, a caseína e o whey. É uma forma mais prática de garantir a suplementação proteica necessária para a construção da massa muscular. “Assim como o whey, a proteína de soja também é absorvida rapidamente pelo organismo”, diz a nutricionista Nathalia Califre.

Consumo: entre as refeições e antes de dormir. A dosagem varia de acordo com o peso e a ingestão proteica de quem consome. Recomenda-se até 2 g de proteína por quilo de peso corporal àqueles que praticam exercícios regularmente.

VEJA TAMBÉM: Ectomorfo, Endomorfo ou Mesomorfo: descubra qual é seu biotipo

2. Glutamina

Aminoácido que ajuda na síntese proteica, essencial ao aumento e à manutenção da massa muscular. “Outro benefício importante desse produto é que ele ajuda a fortalecer o sistema de defesa, prevenindo lesões durante os exercícios”, diz a nutricionista Suzana Bonumá.

Consumo: em média, 5 g após o treino pesado e antes de dormir.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você