Connect with us

O que você está procurando?

Busca

Treinos

Surfista Tatiana Weston-Webb revela 5 dicas para começar no esporte

Surf também ganha a preferência das mulheres pelo mundo afora

Tatiana Weston-Webb
Tatiana Weston-Webb - Shutterstock

Agora é a época do verão, que para muitos é considerada a melhor estação do ano. Esse momento, geralmente, motiva alguém a se alimentar melhor e a praticar qualquer esporte, mesmo que seja por lazer. Dessa maneira, o surf aparece como uma boa opção. Afinal, a modalidade tem tudo a ver com o verão!

Mas, se você ainda está em dúvida sobre essa modalidade, se liga nas cinco dicas que a surfista Tatiana Weston-Webb separou. A atleta é gaúcha de Porto Alegre, de 26 anos e foi criada no Havaí, nos Estados Unidos.

É a única representante da América do Sul no WSL (World Surf League), Liga Mundial de Surf, competição em que terminou na quarta colocação em 2022. Representou o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio e os seus principais títulos são Women’s US Open of Surfing (2016) em Huntington Beach, nos Estados Unidos, e Boost Mobile Margaret River Pro (2021), em Margaret River, na Austrália.

Tatiana Weston-Webb – Foto: Divulgação

Os cinco conselhos de Tatiana Weston-Webb para se dar bem no surf

Escolha um mentor ou uma escola de surf

A expectativa pelo novo é natural, ou seja, você não será a primeira e muito menos a última pessoa a enfrentar isso. Não conseguiu aprender no improviso? Procure um profissional capacitado para lhe proporcionar a experiência segura.

“Uma forma prática para quem não conhece a modalidade e não aprendeu sozinho, com amigos ou na infância é escolher um local, profissional ou amigo experiente, confiável, que te passe a segurança e dicas necessárias básicas para aprimorar seus conhecimentos fora do mar e também dentro d’água. Funciona bastante para quem quer aprender desde os pequenos até os detalhes com auxílios. Além de aprimorar, observar os movimentos e conceitos técnicos certos, você terá mais segurança para também praticar sozinho após instruções”, diz a Tatiana Weston-Webb com exclusividade para o Sport Life.

Prepare seu corpo e mente

“Aprender a surfar é o desafio que necessita de preparo físico e mental também com muito treinamento e prática. Faça alongamentos, treine seu fôlego e teste sua resistência. Alguns desses exercícios são fundamentais para o corpo antes de entrar na água. Fazer um bom preparo físico e mental, conscientizando o uso do seu corpo para praticar o esporte são essenciais para conseguir aprender e também estar 100% focado no surf e no mar. Para não acabar gerando desespero após alguns caldos, o que é bem comum em casos de iniciantes, respeite seu limite e esteja preparado para nadar quando for necessário”, adverte Tatiana.

Escolha o tipo de prancha

A seleção minuciosa desse objeto faz a diferença. Aceite o modelo que o instrutor vai lhe passar. Essa recomendação é direcionada principalmente para os iniciantes.

“Quando começamos a surfar as pessoas pensam que podem ir direto para uma prancha pequena (high performance), uma prancha que não é fácil, aliás é super difícil. Então, o melhor jeito de começar a surfar é na escola e eles normalmente já disponibilizam um tipo de prancha específica para isso e para você começar a surfar as primeiras ondas. Uma prancha de espuma que não te machuca. Sendo muito eficaz para iniciantes usarem e aprenderem também com segurança”, explica Weston-Webb.

Encontre bons locais para praticar

“É importante conhecer sobre o mar e também analisar como está o swell (conjunto de ondas marinhas lisas e uniformes e com intervalos de tempo regulares entre duas ondas) das ondas onde você irá praticar. Segurança nunca é demais. Então, aproveite para escolher um bom local onde você conheça e tenha confiança para começar a praticar na água. O surf já começa antes de você entrar no mar e conforme você for se adaptando é sempre importante estar atento aos sinais, que podem estar aparentando como as correntes e os tamanhos de ondas. Preferências de ondas e de mares nem sempre são as mesmas entre os surfistas. Busque se adaptar em uma condição de mar para começar a ganhar mais confiança”, adverte Tati.

Continue praticando com consistência

Só sai vitorioso aquele que não desiste. Logicamente que para um pessimista de plantão essa frase pode soar como clichê, mas não é. A Tatiana confirma que a persistência influencia no surf.

“O segredo no final é não desistir. O surf é o esporte que exige esforço do corpo. Seja persistente e busque estar sempre aprimorando seus conhecimentos e práticas. Afinal, é só tentando várias vezes para aprender definitivamente. Tenha paciência e estipule um período e tempo determinado para o surf. Converse com outros surfistas e mantenha sempre o aprendizado sobre as ondas em dia”, analisa a surfista.

WSL

A primeira etapa da liga mundial vai começar em 29 de janeiro em Pipeline, no Havaí, com término agendado para 10 de fevereiro. Pipeline é o circuito “ambíguo” porque representa o sonho e pesadelo de surfistas. Muitos denominam como a onda mais temida do planeta. Tati ainda comenta o motivo de ser diferente em competir nessa área.

“É diferente pois o mais difícil em Pipeline é praticar na onda, porque sempre tem um crowd (mar/pico de surf lotado de surfistas) super complicado com todas as surfistas boas na água. Então, é super difícil pegar aquela onda perfeita no momento certo com o tubo que vai abrir. Considero esse um dos fatores que tornam diferente e ao mesmo tempo muito difícil. Além disso, eu acho que é considerada a onda mais famosa do mundo!”, encerra Weston-Webb.

Escrito por

Advertisement

Últimas Noticias

Nutrição

Essa condição denota o "terror" do público da terceira idade

Nutrição

O cuidado principal se refere às informações nutricionais do produto

Nutrição

A disciplina importa tanto dentro quanto fora do âmbito esportivo

Emagrecimento

São orientações que também servem para o decorrer do ano de 2024

Nutrição

A sua riqueza em proteína faz com que seja consumido por atletas amadores e profissionais

Nutrição

O consumo consciente desse suplemento traz vários ganhos para saúde

Advertisement

Você também vai gostar

Nutrição

A disciplina importa tanto dentro quanto fora do âmbito esportivo

Treinos

O intuito desse conjunto de dicas é evitar que algumas falhas passam despercebidas

Treinos

Muitas vezes, menos é mais e pode potencializar a conquista de resultados

Gustavo Barquilha

Visitamos a DarkHouse, em São Paulo, para demonstrar alguns dos principais movimentos da musculação