Connect with us

O que você está procurando?

Corrida

Como a corrida pode ajudar a combater doenças respiratórias

Saiba como o esporte pode ser benéfico e auxiliar na recuperação

corrida e doenças respiratórias
Foto: Shutterstock

Quem sofre de doenças no sistema respiratório é geralmente aconselhado a ficar longe de esportes que exijam mais dos pulmões. Entretanto, atividades como a corrida, para determinados casos, são benéficas e podem até mesmo amenizar os incômodos da doença.

+ Como a corrida pode prevenir doenças

corrida e doenças respiratórias

Foto: Shutterstock

A corrida tem o poder de estimular e manter funções essenciais do organismo, principalmente a respiratória. Segundo o educador físico Felipe Lopes da Silva, antes de descartar a possível prática do esporte é necessário levar em consideração qual é o tipo de doença, em qual momento foi adquirida e se o tratamento com um pneumologista, fisioterapeuta, psicólogo ou fonoaudiólogo foi realizado. “O educador físico, em conjunto com profissionais médicos, deverá avaliar o indivíduo de forma global. Não só a doença respiratória, mas também sua condição física atual”, explica.

Correr pode melhorar a qualidade do sono, estimular a circulação sanguínea e aumentar a captação de oxigênio – o que consequentemente gera uma maior disposição para atividades do cotidiano. Muitas vezes quem sofre doenças respiratórias e começa a correr pode ter um melhor desempenho no esporte do que uma pessoa sadia, mas que não tem o hábito de se exercitar.

+ Exercícios para melhorar a respiração 

Para começar

Para entrar no mundo da corrida com segurança, é importante estar com as consultas médicas em dia, se necessário passar por um processo de reabilitação e ter o acompanhamento de um profissional de educação física.

O ritmo e a frequência de treinos variam de acordo com limites individuais, mas a recomendação geral é que todos iniciem a corrida leve ou moderada, sem que o corredor fique ofegante ou sinta desconfortos durante a atividade.

corrida e doenças respiratórias

Foto: Shutterstock

Restrições

Em casos mais graves, a corrida não é indicada e pode até mesmo ser prejudicial. A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, que gera tosse, muco, falta de fôlego e aperto no peito, tende a agravar-se com tempo, não sendo um caso em que a corrida possa ser benéfica.

No caso do sedentarismo, mesmo que o indivíduo não apresente uma doença respiratória, a corrida também não deve ser introduzida de imediato. “É necessário passar por um processo pedagógico respeitando sua individualidade para que a corrida seja benéfica, e não o contrário”, alerta o educador físico.

 

Escrito por

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Últimas Noticias

Nutrição

Esqueça o "conceito" de que comer bem custa caro

Saúde

A reserva cognitiva ajuda proteger o cérebro contra doenças

Nutrição

Tese que é o bastante para eliminar esse mito de que não se deve comer à noite

Saúde

Procedimento depende de inúmeros fatores para dar resultados satisfatórios

Fitness

Mais uma tese que reforça a necessidade da vida física ativa

Corrida

Recomendações que ajudam a criar a relação de paixão com as pistas

Advertisement

Você também vai gostar

Corrida

Recomendações que ajudam a criar a relação de paixão com as pistas

Corrida

Muitos definem a corrida como “exercício do prazer”

Corrida

A checagem do treino diário vai te guiar na conquista dessa meta

Corrida

A corrida exige muitos cuidados para prática segura