Connect with us

O que você está procurando?

Nutrição

Faça as pazes com a comida e emagreça com saúde

O especialista Marcio Atalla, analisa onde estamos errando e o que temos de fazer se a ideia nos livrar dos quilos extras e ganhar saúde

Foto: iStock
Foto: iStock
[PAGE TITLE]

Toda semana você lê: se você quer emagrecer, tire glúten, elimine lactose, corte carboidrato, exclua gordura. São tantas as restrições que temos de fazer na busca pelo corpo perfeito, que, ao final, sobra o quê? Para Marcio Atalla, especialista com mais de 20 anos de experiência em atividade física, saúde e nutrição, resta muita frustração. Poucas pessoas conseguem alcançar o tal corpo perfeito que nos é vendido diariamente como modelo de corpo nota 10. E mesmo essa pequena parcela só consegue chegar lá às custas de muito sacrifício, algo que para a grande maioria de nós é praticamente impossível sustentar. 

Mas magreza, ao contrário do que muita gente ainda insiste em acreditar, não é sinônimo de saúde. Em entrevista exclusiva à Sport Life, Atalla fala sobre como é possível emagrecer sem terrorismo, fazendo as pazes com a comida, e, de quebra, ganhar saúde. Para sempre.

Foto: iStock

Foto: iStock

Faça as pazes com o seu corpo

É muito complicado querer perseguir os padrões estéticos que estão aí. Não adianta você querer ter um tipo de corpo que não tem propensão genética para ter. Às vezes, pode-se até consegui-lo, mas o preço a pagar é tão alto que assim que as pessoas percebem o quão altos serão os sacrifícios que elas terão de fazer elas voltam para o corpo que são geneticamente programadas para ter. E aí vem uma tremenda frustração. Isso gera uma certa infelicidade, porque, ao não conseguirem conquistar o corpo que aspiram, ficam frustradas.

Faça as pazes com os alimentos

Estar brigado com os alimentos é o primeiro passo para não conseguir emagrecer. Passou-se a dividir os alimentos em heróis e vilões, e isso é um absurdo. Hoje, alguns alimentos que nunca fizeram parte da nossa alimentação são tidos como heróis, enquanto outros, que sempre estiveram presentes, são condenados. O arroz com feijão, por exemplo. Só que essa talvez seja uma das combinações mais completas que há, pois fornece proteína, baixa quantidade de gordura, carboidrato, fibras, vitaminas. Tirar isso e aquilo – e atualmente a lista de alimentos “condenados” é grande –  gera uma insatisfação muito grande porque as pessoas passam a consumir coisas que nem gostam tanto. Mais do que o alimento, o que vai determinar o emagrecimento e o ganho de saúde é o estilo de vida dela. Não adianta comer o que é “prescrito” se o seu o estilo de vida é sedentário.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Veja também: 5 alimentos que deveriam estar no cardápio de quem quer emagrecer

Dá para emagrecer só pela alimentação?

Tentar emagrecer só pela alimentação pode ser possível até os 30 anos, mas depois disso não dá para fechar a conta porque o corpo começa a perder massa muscular, e a única maneira de frear isso é fazendo exercício. Os músculos consomem mais energia para se manter, ou seja, queimam mais calorias do que a gordura. Portanto, se a musculatura não for preservada por meio de atividade física, o espaço que era ocupado pelos músculos passa a ser ocupado pela gordura e ficará cada vez mais difícil emagrecer à medida que se envelhece.

Sou magro, mas sedentário. Tudo bem, né?

Ao contrário disso. O maior estudo já feito sobre esse assunto, publicado pouco mais de um mês atrás, afirma que você pode estar bem acima do peso, até com sobrepeso, mas, se for fisicamente ativo, terá 50% menos chance de morrer nos próximos dez anos do que um magro sedentário. O grande problema hoje em dia é que nosso estilo de vida é sedentário. As tecnologias que estão aí favorecem o sedentarismo. Some-se a isso o fato de que o ser humano é um ser poupador. Foi assim que ele sobreviveu. Se as pessoas se deparam com uma escada rolante e outra normal, a grande maioria vai  subir de rolante. É natural do ser humano. Temos de ter a consciência de buscar esse movimento. Se você quer viver mais e com qualidade, você vai ter que colocar o seu corpo para se movimentar.

Advertisement. Scroll to continue reading.
Mulher feliz na balança por ter emagrecido com saúde

Foto: iStock

Perca o medo de comer

Hoje as pessoas têm medo de comer, e isso é a pior coisa que essas dietas da moda trazem. Elas geram medo de comer. Temos que nos lembrar que tudo passa pelo estilo de vida. É preciso fazer movimento, ingerir mais fibras, não abusar do açúcar, da gordura e do sal e se hidratar ao longo do dia. Se na maior parte dos seus dias você se exercitar, poderá até exagerar na comida em sete ou oito dias por mês que não haverá problema, porque você tem um bom estilo de vida.

Fracionar a alimentação é a melhor pedida para emagrecer?

Um dos motivos para esse hábito, é que ele aceleraria o metabolismo e o gasto de energia. Mas o que os estudos mostraram é que essa aceleração não é suficiente para queimar gordura ao ponto de emagrecermos.  Muitas pessoas se obrigam a comer a cada três horas por causa disso e, ao final do dia, ingeriram muito mais calorias do que outras que só se alimentaram no momento em que sentiram fome. É preciso estar muito atento a isso.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Advertisement

Você também vai gostar

Fitness

Treinadora conta o segredo para conseguir aumentar o gasto calórico sem precisar sair de casa

Nutrição

Além de saudável, alimento consegue aumentar a força do organismo em vários sentidos

Corrida

Problema é comum entre corredores e precisa de paciência para ser resolvido

Fitness

Treinador explica como priorizar o músculo com eficiência e sem passar do ponto