Connect with us

O que você está procurando?

Busca

Calendário de provas

Mulheres na Ultra: a alegria de Cláudia Souto

Cláudia trocou o vicio do cigarro pela corrida e contagia a todos com sua alegria ao correr

Cláudia Souto, ultramaratonista da serie Mulheres na Ultra
Foto: Arquivo Pessoal

Com histórias diferentes, cada uma com suas dores e alegrias, as mulheres ganham seu espaço nas trilhas e montanhas. Correr ultramaratonas, segundo algumas delas, oferece força e liberdade como poucas situações são capazes de proporcionar. Basta participar de algumas provas de montanha para se certificar de que elas estão em desafios que deixam muitos corredores experientes no chinelo.

Cláudia Souto, 44 anos, dona de casa, mora em São Paulo (SP) e conta sentir um prazer enorme ao terminar uma prova e receber o carinho de amigos e família.

Cláudia Souto, ultramaratonista da serie Mulheres na Ultra

Foto: Arquivo Pessoal

Confira a história de mais uma atleta da nossa série sobre mulheres ultramaratonistas:

“Comecei a correr em 2002 para largar o vício do cigarro e logo me apaixonei pelo esporte. Hoje é meu maior vício e uma das minhas paixões! Sou casada com um corredor e ele é um dos meus maiores incentivadores, um verdadeiro parceiro! Sou do lar e faço tudo que uma dona de casa faz. Além de todo esse trabalho, sou ultramaratonista. Graças a Deus, sempre tive bastante incentivo da minha família e dos amigos!

Fiz minha primeira maratona em 2004 e me encantei pelas longas distâncias, percebendo que tinha resistência para participar de provas assim. Dois anos depois, estava participando da minha primeira ultramaratona.

VEJA TAMBÉM:

Cigarro: vença o vício com a corrida

Mulheres na Ultra: os benefícios da corrida na vida de Christiane Brito

Acho sensacional a presença feminina nas ultras, pois somos fortes e determinadas. Eu já não vivo sem a corrida: tenho um prazer enorme em terminar uma prova e receber o carinho dos amigos e da minha família. Quando fiz a Spartathon na Grécia, mesmo sem falar uma palavra em inglês me comunicava com todos os corredores que encontrava, falando do meu jeito, com um gesto ou um sorriso.

As pessoas perguntam o que penso durante uma prova longa. Penso em coisas boas e pessoas que me motivam. Corro feliz e com alegria! A sensação de terminar uma prova longa é surreal.”

Texto e Pesquisa: Amanda Preto e Gabriel Gameiro | Edição: Victor Moura

Escrito por

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Advertisement

Últimas Noticias

Nutrição

O consumo consciente desse suplemento traz vários ganhos para saúde

Treinos

Há motivos de sobra para aliar a cafeína com os treinamentos

Fisiculturismo

Veja como acompanhar o evento ao vivo e de maneira gratuita pela internet

Nutrição

Outra tese que serve para acabar com o medo desse macronutriente

Nutrição

Suplemento tem o objetivo de aumentar o consumo de proteínas na dieta

Emagrecimento

Lembre-se que os resultados são conquistados em um processo de longo prazo

Advertisement

Você também vai gostar

Eventos

Corrida que visa angariar fundos para pesquisas sobre o câncer está com data marcada. Evento será realizado em mais de 70 cidades brasileiras

Corrida

Treinador revela os seus passos iniciais no esporte e dá dicas para quem sonha disputar grandes provas

Calendário de provas

Competição é uma das mais rápidas do mundo e marca o retorno de grandes eventos internacionais

Corrida de rua

Oito vezes campeão da Maratona da Disney, Adriano Bastos falou sobre sua preparação em Live realizada pela SL