4 passos simples para deixar de comer em excesso

A pandemia está fazendo sua boca ficar aberta como nunca? Veja 4 hábitos que irão te ajudar a controlar a impulsividade e a fome

Comer em excesso: 4 passos simples para acabar com isso
Foto: Shutterstock

Passar mais tempo trancado em casa, sem ter opções de lazer acaba, muitas vezes, fazendo com que a gente coma mais. Então, se você está passando do limite nessa pandemia, temos 4 mudanças hábitos simples de fazer para você, que vão te ajudar a não descontar o estresse na comida sem te deixar com fome.

1. Durma bem

A leptina e a grelina, hormônios que regulam o apetite, também estão diretamente ligadas a uma boa noite de sono. “A leptina, liberada durante as primeiras horas da manhã, está ligada ao gasto energético e ao controle da glicose. Baixos níveis desse hormônio no organismo reduzem a ingestão de alimentos, enquanto altos índices fazem a vontade de comer crescer”, explica o nutrólogo André Veinert. Já a grelina é responsável pela fome.

Para manter os níveis desses hormônios equilibrados, o ideal é dormir de 7 a 8 horas por noite. Mas só isso não adianta: o sono deve ser de boa qualidade. Para investir na chamada higiene do sono, desligue celulares e aparelhos eletrônicos 1 hora antes de dormir, tire a TV do quarto e procure realmente manter-se relaxado na cama, para que o sono chegue calmo. Se você treina à noite, procure finalizar sua sessão de exercícios 3h antes de ir para a cama e não faça exercícios de alta intensidade, que estudos já mostraram que interfere na qualidade do sono.

2. Pare para comer

Está acostumado a comer ‘correndo’, olhando para o celular, sem prestar atenção ao que coloca na boca? Pois saiba que estes são os grandes vilões da alimentação consciente. Mesmo se for apenas um lanche entre as refeições, sente-se à mesa e concentre-se no ato de comer.

Quando você come fazendo outra atividade, por exemplo, dirigindo ou atendendo ao telefone, o seu cérebro não é totalmente capaz de registrar a quantidade de alimento que você consumiu. Ou seja, você ingere alimentos além da conta. Então, sente-se, desligue-se das demais atividades e preste atenção apenas ao seu prato e àquilo que está comendo.

3. Coma a cada 3 ou 4 horas

Uma das maneiras de manter o metabolismo trabalhando o tempo todo é fracionar a alimentação. “Quando você faz pequenas e frequentes refeições, os níveis de insulina melhoram, bem como o controle da fome e do apetite”, diz o médico.

4. Invista menos em alimentos processados

Pois elas são fontes de açúcar, gordura, sódio e componentes químicos (conservantes, corantes, entre outros) e pobres em fibras. Fazer deles os principais elementos do seu prato certamente vão deixá-lo com fome mais cedo.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você