Connect with us

O que você está procurando?

Saúde

Exercício combate disfunção erétil e facilita orgasmo feminino; entenda

Atividade física é tema importante no Dia Mundial do Orgasmo

Importância do exercício no Dia do Orgasmo
Importância do exercício no Dia do Orgasmo - Foto: Shutterstock

Hoje, 31 de julho, é o Dia Mundial do Orgasmo. Uma data criada em 1999 por algumas lojas da Inglaterra, para impulsionar vendas e fomentar os debates sobre o sexo. E, por incrível que pareça, em 2023 ainda existem muitos tabus relacionados ao tema. Entre eles estão a disfunção erétil para os homens e a dificuldade em atingir orgasmos para as mulheres. No entanto, o exercício físico pode ser a solução para esses e outros problemas sexuais.

Dia Mundial do Orgasmo e a relação com o esporte

“A melhora na autoestima é apenas um dos benefícios trazidos pela atividade física. E que, certamente, fará a pessoa se permitir a sentir ainda mais prazer na hora do sexo. Mas podemos também citar estudos que mostram muitos outros benefícios relacionados a exercício e prazer”, respondeu com exclusividade para o Sport Life o personal trainer Bruno Sapo.

Dessa maneira, Bruno pontuou, no Dia Mundial do Orgasmo, que os pesquisadores do “New England Research Institute”, dos Estados Unidos, analisaram um grupo de 600 homens de meia idade, ao longo de um período de oito anos. Os homens que cumpriam com a corrida regular nesse período não alegaram nenhum problema de disfunção erétil. Enquanto os sujeitos sedentários apresentaram vários episódios de perda de vigor sexual.

Existe ainda. em paralelo com essa experiência, o recente estudo disponível no “International Journal of Obesity”. Que acusou que mulheres que perderam peso por meio da caminhada obtiveram melhora “sensível” na qualidade do sexo, inclusive com aumento da incidência de orgasmos.

“A prática de exercícios físicos resulta, entre outros benefícios, em menos relatos de disfunção erétil em homens, aumento da incidência de orgasmo em mulheres, aumento da flexibilidade e resistência e maior controle do assoalho pélvico”, completou Sapo.

Quais são os outros benefícios do exercício físico para o orgasmo?

“Adaptações como a melhora da circulação sanguínea, desde os grandes grupos musculares e até mesmo nos órgãos genitais. Diminuição dos níveis de triglicerídeos, fator que pode prejudicar a ereção. Melhora na resistência muscular e cardiorrespiratória permitindo relações sexuais mais longas e com mais disposição entre os parceiros”, detalhou o personal.

Logo depois, esse educador físico pontuou que treinos de força induzem a produção de testosterona tanto em homens quanto em mulheres e, também, que modalidades que treinam mais a flexibilidade podem ser úteis em algumas posições sexuais diferentes.

Vale a pena transar antes de treinar?

Não há até aqui uma evidência científica. A análise publicada pelo jornal científico “Frontiers in Physiology” citou que a força de ex-atletas mulheres não mudou quando fizeram sexo na noite anterior ao treino e que maratonistas lidaram com efeitos benéficos ao correr depois de transar.

Ainda assim, alguns indivíduos respondem com sono ou preguiça ao sexo pela queda hormonal gerada após o orgasmo. O ato sexual antes da academia pode não fazer sentido nessas situações.

“Há quem fique feliz depois de transar devido aos níveis de hormônios relacionados ao prazer, como endorfina. Essa pessoa vai treinar com mais gás, menos ansiedade e menos distrações, o que pode deixar o exercício ainda mais produtivo. O mais importante é aproveitar o momento do sexo e o momento de se exercitar”, encerrou o personal trainer Bruno Sapo.

Por que vale a pena compreender sobre o orgasmo?

“O Dia do Orgasmo é uma oportunidade para refletir sobre a importância do prazer sexual em nossas vidas, buscando uma sexualidade saudável baseada no respeito mútuo, comunicação segura e descoberta das próprias necessidades e desejos. A busca pelo prazer mútuo pela satisfação emocional resultará em uma vida sexual mais gratificante e significativa”, garantiu a sexóloga e fundadora da Dona Coelha, Dra. Natali Gutierrez.

O também sexólogo e cofundador da Dona Coelha, Dr. Renan de Paula, enfatizou a necessidade da importância da empatia e da comunicação para que aconteça o prazer mútuo.

“Ser egoísta na busca pelo orgasmo pode levar a uma experiência sexual insatisfatória para a parceria. É importante ter empatia para entender e atender às necessidades e desejos do parceiro ou parceira. Isso inclui preliminares prolongadas, comunicação aberta sobre o que é prazeroso para cada um e garantir que ambos se sintam satisfeitos e cuidados”, concluiu.

Escrito por

Advertisement

Últimas Noticias

Corrida

Os seus adeptos lhe definem como "exercício do prazer"

Eventos

É o tipo de prova que valoriza o trabalho em conjunto

Saúde

Os benefícios desse esporte ultrapassam as quatro linhas

Saúde

Mais um tema de interesse público, que reforça os danos desse estilo de vida

Nutrição

O chocolate amargo é a principal opção nessa proposta

Saúde

Outro motivo para atingir a meta proteica de forma saudável

Advertisement

Você também vai gostar

Corrida

Os seus adeptos lhe definem como "exercício do prazer"

Eventos

É o tipo de prova que valoriza o trabalho em conjunto

Saúde

Os benefícios desse esporte ultrapassam as quatro linhas

Saúde

Mais um tema de interesse público, que reforça os danos desse estilo de vida