Artrose: prática de atividades físicas pode reduzir dores

Especialista revela quais atividades físicas são benéficas para o paciente de artrose

artrose
Foto: Saúde em Dia/Shutterstock

A artrose é uma doença articular degenerativa que se caracteriza pelo desgaste da cartilagem articular e por alterações ósseas. As estruturas mais atingidas são as articulações das mãos, joelhos, coxofemorais (ligação da coxa com o quadril) e coluna.

Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), a artrose é uma doença que não tem cura. Por conta disso, o seu tratamento baseia-se em sessões de fisioterapia, ingestão de remédios anti-inflamatórios, analgésicos e atividades físicas.

Quanto a prática de exercícios no tratamento da artrose, é fundamental consultar um médico especialista para saber o estágio da doença e em que condições o individuo poderá praticar as atividades.

Mas, no geral, o esporte é um grande aliado no tratamento, já que melhora o desempenho funcional das juntas e traz sensação de bem-estar ao paciente.

“Os últimos estudos têm mostrado que os exercícios reduzem as dores, aumentam a sensação de bem-estar, trazem realização pessoal e qualidade de vida. Os pacientes evitam as consequências do estilo sedentário, como obesidade, problemas cardíacos e diabetes”, conta o Dr. Marco Aurélio Neves, ortopedista e traumatologista.

Exercícios físicos recomendados no tratamento contra artrose

Além de diminuir o uso de fármacos, incluir a prática esportiva no tratamento de artrose pode ajudar a fortalecer a musculatura. O ortopedista Marco Aurélio Neves recomenda atividades funcionais, pilates, yoga, ciclismo, natação, hidroginástica e até dança.

No entanto o médico alerta para a busca de uma análise de cada caso de artrose. ” É recomendável fazer uma avaliação médica da condição das estruturas ósseas do seu corpo, antes de continuar a fazer um esporte ou mesmo antes de começar a se exercitar”, pondera.

Ainda de acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR) há atividades de trabalho e desportivas em que, os movimentos intensamente repetitivos, podem causar danos articulares a médio ou curto prazo.  

“Quem pratica esportes sem se preparar previamente, sem orientação e com volume e intensidade acima da capacidade, tem riscos enormes de acelerar a degradação da cartilagem. O que faz a artrose aparecer mais rápido na sua vida – ou mesmo avançar”, finaliza o ortopedista.

Fonte:  Dr. Marco Aurélio S. Neves – @drmarcoaurelio.ortopedia – Médico ortopedista e traumatologista e Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR)

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você