Banana serve como a fruta perfeita para os esportistas

Encontre na versatilidade da banana a fonte perfeita, portátil e natural de hidratos de carbono, sobretudo na forma de amido e glicose

Banana serve como a fruta perfeita para os esportistas
Foto: Getty Images

A banana é a fruta do esportista por excelência. Uma banana média fornece cerca de 27 g de hidratos de carbono (dos quais 6,3 g são de amido e 3 g de fibra), 422 mg de potássio e 0,4 mg de vitamina B6. Perfeita para levares na bolsa para comer logo depois do treino, promove a reposição do glicogênio muscular.

“Além de carboidratos, a banana é uma fonte micronutrientes como potássio, vitaminas do complexo B, cálcio e magnésio, auxiliando na contração muscular e no sistema imunológico”, avalia o o nutricionista Arthur Mendonça.

Ela também previne os sintomas de carência de serotonina, que te levam a fazer com que você fique desesperado por um doce, graças à riqueza em triptofano e vitamina B6. Mesmo que você pretenda emagrecer, consegue fazer uma deliciosa sobremesa aquecendo uma banana alguns minutos no micro-ondas e a polvilhando com canela.

Versátil, pode ser ingerida a qualquer momento do dia. “Não existe horário específico para o consumo da banana, por fornecer carboidratos de absorção um pouco mais rápida, pode ser uma boa opção antes do treino”, pondera Arthur.

Mas, assim como todo alimento, é preciso controlar a quantidade. “Bananas em geral fornecem em torno de 20g de carboidratos em 100g de alimento, então uma porção de banana por dia se enquadra bem no saldo calórico da maior parte da população, já um cacho talvez não”, emenda.

Para aproveitar esses benefícios da banana de forma saudável, o especialista sugere combiná-la com aveia, iogurte, pasta de amendoim, entre outros. Já para quem tem diabetes ele indica que seja consumida com fibras e proteínas. “Aveia, linhaça, chia e cacau e com proteínas como ovos ou whey. As proteínas e fibras auxiliaram a diminuir o índice glicêmico do carboidrato da banana, fazendo com que não ocorra uma liberação acentuada de insulina”, explica.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você