Entenda a importância do glicogênio muscular para os treinos

É difícil fazer tarefas simples, como subir uma escada? Isso pode ter relação com o glicogênio muscular

Entenda a importância do glicogênio muscular para os treinos
Foto: Istock/Getty Images

O glicogênio muscular é a forma de armazenamento de energia do músculo. Ele é originário da glicose que, por sua vez, é derivada dos carboidratos. Sendo assim, a principal fonte de energia para as células musculares.

Dessa forma, quando a musculatura está com uma baixa quantidade de glicogênio (reserva de energia), tarefas simples como caminhar ou subir alguns lances de escada se tornam bem difíceis. Em vista da importância desse elemento, cuidar da alimentação é fundamental para que os estoques de glicogênio se mantenham adequados.

Como repor o glicogênio muscular?

“Adquirimos glicogênio muscular por meio dos carboidratos. Uma dieta balanceada, além das proteínas e minerais, deve ter uma quantidade saudável de carboidratos”, afirma Alyne Santim, nutricionista da Clínica Liliane Opperman. Ainda de acordo com a profissional, existem alguns alimentos indicados para esse caso, como: aveia, batata-doce, arroz integral, mandioca, banana, laranja e até mesmo o açaí (mas ele puro, sem complementos).

Glicogênio muscular bananas

(Foto: Reprodução/Pixabay)

A especialista lembra também que todos esses alimentos devem ser inseridos em equilíbrio aos outros nutrientes. “É interessante um acompanhamento nutricional para calcular certinho a quantidade de carboidratos necessária para cada pessoa. Além disso, o glicogênio muscular, por ser a ‘reserva’ de energia do músculo, garante que o atleta finalize a prova com boas condições físicas e conquiste uma medalha ou pódio”, completa Alyne.

Então, você que é atleta ou praticante de outra modalidade, fique atento ao controle do glicogênio muscular e eleve o seu desempenho ao máximo!

 

Gostou do conteúdo? Assinando o programa  Viva Leve você pode obter ainda mais informações ligadas à saúde, alimentação e bem-estar.

 

Texto: Brenda Prestes/Colaboradora | Edição: Leonardo Guerino/Colaborador – Consultoria: Alyne Santim, nutricionista da clínica Liliane Opperman, personal diet, graduada em Nutrição pela Universidade Cruzeiro do Sul.

 

Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais para saber mais sobre saúde e esporte: InstagramFacebook e Twitter!

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você