Saiba tudo sobre a rotina alimentar de atletas de alto desempenho

Saiba a melhor maneira para aliar a alimentação aos treinamentos na rotina e garantir um excelente rendimento nas atividades

rotina alimentar
Foto: Shutterstock

Quando nos deparamos com a performance de um atleta em alguma competição esportiva ficamos fantasiados com sua capacidade física, sem imaginarmos que aqueles resultados só foram obtidos por conta de uma preparação rigorosa de longo prazo. Para ter um bom rendimento, esses atletas seguem uma rotina de treinos diários, alimentação balanceada e hidratação constante.

Além disso, o cardápio exige moderação e empenho na preparação antes, durante e depois dos exercícios.

Artilheiro do time United IK, o brasileiro Anderson Ponciano, de 31 anos, comenta sobre sua programação alimentar em sua rotina. “Todos os dias faço de 5 a 6 refeições, todas ricas em carboidratos complexos e proteínas principalmente de origem animal. Busco não exagerar na ingestão de lipídios, pois são mais calóricos. Além disso, meu nutricionista recomenda que eu tome 55 mL de água por kg, o que resulta em uma boa quantidade”, aponta ele.

Independente de amador ou profissional, todo atleta precisa seguir uma regra básica na dieta: uma alimentação saudável e equilibrada. Isso porque é preciso ter um controle muito rígido do peso e da quantidade de massa muscular corpórea.

“Tenho que pesar todos os dias após os treinos, além da suplementação de alguns micronutrientes e hidratação com bebidas ricas em eletrólitos”, comenta o jogador sem reclamar da rotina que, de acordo com ele, lhe garante não só um corpo saudável, mas também possibilita um melhor desempenho em campo.

Nutrientes na medida certa

Como vimos, a alimentação é um treinamento invisível extremamente importante para os atletas. Nesse sentido, os nutrientes são uma peça chave para que o esportista atinja sua máxima capacidade de desenvolvimento físico.

Carboidratos: servem como fonte primária de energia durante atividades de maior intensidade. Fontes alimentares saudáveis de carboidratos incluem: frutas; vegetais; cereais integrais; pães e massas.

Gorduras: também desempenha um papel fundamental em ajudar as pessoas a satisfazer suas necessidades de energia. Além disso, apoiam os níveis saudáveis de hormônios. Entre as dicas de alimentação para atletas, recomenda-se que sejam incluídas fontes saudáveis de gordura como: nozes; castanhas; óleos de abacate e coco. É importante, contudo, limitar a ingestão de óleos vegetais, como óleo à base de soja e milho.

Proteína: desempenha um papel fundamental na rotina de reparo e crescimento muscular. Fontes preferidas de proteína incluem: carnes magras; ovos; laticínios como iogurte, leite, queijo cottage; e legumes.

Acompanhamento é fundamental

Como a alimentação correta é um fator imprescindível para qualquer pessoa que busca excelência na prática de exercícios físicos, é comum que os atletas de alto desempenho contem com apoio de um nutricionista esportivo para acompanharem de perto seus resultados.

O profissional é capacitado para entender a composição corporal adequada para diferentes tipos de modalidades e melhorar o desempenho, perda ou ganho de peso, ganho de massa muscular e definição muscular. É o nutricionista esportivo quem planeja uma dieta específica para a rotina e também para pré e pós-treino.

Também é fundamental que o esportista tenha o apoio de um educador físico para ajustar o treinamento conforme a dieta. Com o auxílio destes dois profissionais e com disciplina, os resultados positivos certamente virão.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você