Como evitar lesões no retorno às atividades físicas

Ter paciência e respeitar os limites do corpo são fundamentais para um retorno seguro

Como evitar lesões
Foto: Shutterstock

Como evitar lesões é uma questão que deveria ser mais abordada entre os praticantes de atividades físicas. Principalmente se levarmos em conta a atual situação em que a sociedade se encontra. Após meses de uma pandemia que parece ser interminável, muitas pessoas diminuíram ou simplesmente pararam de realizar atividades físicas. Indivíduos que antes estavam em dia com o condicionamento acabaram se tornando sedentários, por conta de restrições e medo de contrair o coronavírus. Motivos totalmente compreensíveis.

Porém, a medida em que a vacinação avança, as restrições em parques e academias começam a diminuir. Por outro lado, aumenta o sentimento de segurança em pessoas que já receberam a imunização completa. Dessa maneira, é natural que a prática de atividades regulares comece a ser retomada por aqueles que ficaram parados durante a pandemia.

Mas um erro comum é voltar como se nada tivesse acontecido. Ou pior, com pressa para recuperar o tempo perdido e sem se preocupar em como evitar lesões. “Como algumas pessoas não se acostumaram com os exercícios online, acabaram parando e agora querem retomar o tempo perdido e iniciam a atividade física de forma desordenada e sem orientação, e é aí que podem ocorrer lesões que variam de graves a leves”, alerta o médico ortopedista, credenciado da Paraná Clínicas, Carlos Miers.

Por isso, uma das alternativas é apostar no acompanhamento de um profissional, que vai saber te orientar sobre como evitar lesões e ter um retorno saudável à rotina esportiva. Podendo, inclusive, se preparar melhor para a corrida virtual SportLife Run, por exemplo.

“A atividade física proporciona para a pessoa um bem-estar físico e mental. Quando nos exercitamos, liberamos o hormônio da endorfina no nosso corpo, nos proporcionando a sensação de prazer. Porém, sem o acompanhamento de um profissional, podemos executar movimentos com a técnica errada e causar algum tipo de lesão”, conta o personal trainer, Renan Ribeiro.

Lesões mais comuns

Os problemas que acontecem na volta precipitada das atividades físicas são relacionados, em sua grande maioria, a lesões ligamentares, musculares e tendinosas. Aquela dor nas articulações pode ser um alerta do organismo, conforme explica o Dr. Miers.

“Elas [lesões] são causadas por torções, técnicas erradas e até mesmo por movimentos que até então, eram comuns. O que as pessoas precisam entender é que o retorno às atividades deve ocorrer de forma gradativa, com exercícios leves e respeitando os limites do corpo, dessa forma, as chances de lesões e de passar por um novo período sem atividade, será reduzido”.

Como evitar lesões que prejudicam a volta aos exercícios

Para o médico, alguns cuidados simples podem afastar as lesões do caminho e garantirem maior segurança para o retorno das atividades. O primeiro de todos é respeitar os limites do corpo e aumentar gradativamente a intensidade dos exercícios. Nada de querer começar de onde parou. É necessário avisar o corpo – aos poucos – que ele voltará a ser exigido. Realizar boas séries de alongamento e aquecer o corpo para as atividades também é fundamental.

O Dr. Miers também ressalta a importância de procurar um profissional de educação física para supervisionar os treinos. Além acionar ajuda médica sempre que houver algum incômodo.

Como identificar possíveis lesões

Para saber como evitar lesões é necessário compreender os sintomas. De acordo com o ortopedista, sentir uma dor intensa e duradoura, que não melhora de jeito nenhum, pode ser um dos principais indicativos de lesão. Além disso, vale a pena ficar atento com inchaços e dificuldades para realizar tarefas simples do cotidiano. Em caso de dúvida, a melhor saída é procurar um médico.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você