Connect with us

O que você está procurando?

Busca

Futebol

Dia da amizade Argentina-Brasil: relembre o início da rivalidade

Essa rivalidade é de longa data no futebol

Argentina-Brasil
Argentina-Brasil - Shutterstock

30 de novembro é o dia da amizade entre Argentina e Brasil. Uma relação que se mistura com o futebol, afinal, os dois países protagonizam um dos principais clássicos do esporte. Dessa maneira, relembre como foi o início dessa famosa rivalidade.

COMEÇO DE ARGENTINA-BRASIL

O historiador Boris Fausto publicou o livro Brasil e Argentina: Um Ensaio de História Comparada (1850-2002), em parceria com o escritor argentino Fernando Devoto. Boris alegou na obra que essa rivalidade “nasceu” em ambiente político.

“Começou no século 19, quando os dois países foram se configurando como os dois mais importantes do Cone Sul, com pretensões à hegemonia, à superioridade. E isso se cristalizou”, relatou Fausto.

“Simplesmente boçal”, ou seja, assim Boris definiu a relação Argentina e Brasil no futebol. Destacou na sequência que as provocações do lado brasileiro são piadas sobre o suposto “orgulho impressionante dos argentinos” – “coisa de outra época”, diz. E, do lado argentino, caso de racismo que “volta e meia aparece”.

“Na Copa do Mundo de 1978 (que foi sediada pela Argentina), a eliminação do Brasil foi saudada como a derrota dos negros, dos macacos”, recordou Fausto. Já o cientista político argentino Rosendo Fraga disse que Argentina e Brasil “herdaram a disputa entre Portugal e Espanha pelo controle do Rio da Prata”. Fato que resultou no fato da Guerra da Cisplatina (1825-1828).

FUTEBOL

O motivo do surgimento desse clássico sul-americano é incerto. Afinal, o Uruguai foi o primeiro rival do Brasil. Mas, depois aconteceu o crescimento do futebol argentino, que criou essa rivalidade com Brasil e se estendeu para o basquete, vôlei, rugby e em qualquer outro esporte.

O jogo Brasil e Argentina aconteceu pela primeira vez no dia 20 de setembro de 1914, em Buenos Aires, no antigo estádio do Gimnasia Y Esgrima, com placar de 3 a 0 a favor da La Albiceleste, com dois gols de Izaguirre e outro de Molfino. O objetivo desse amistoso era acalmar os ânimos dos países por conta de questões políticas.

Outro amistoso também aconteceu na Argentina em 27 de setembro desse ano e o Brasil foi quem levou a melhor com gol de Rubens Salles. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) considera essa vitória como a primeira da história, e os argentinos valorizam esse feito de 3 a 0.

São dois países que já decidiram títulos de Copa América, vagas em “mata-mata” de Copa do Mundo e que ao longo dos anos compartilharam ídolos por meio de contratações de clubes, alguns exemplos: D’Alessandro no Internacional, Tevez no Corinthians, Iarley no Boca Juniors, e Fillol no Flamengo.

No entanto, apesar de toda essa rivalidade esportiva, podemos dizer que Brasil e Argentina são mesmo dois países irmãos, que vivem brigando, mas que, no fundo, se admiram e se respeitam.

Escrito por

Advertisement

Últimas Noticias

Nutrição

Saiba a quantidade mínima ideal para conseguir manter um padrão saudável

Nutrição

Endocrinologista explica que apostar nessas opções pode ajudar a emagrecer

Nutrição

Ainda assim, não esqueça que esse suplemento não é milagroso

Nutrição

A dieta equilibrada não deixa de ser fundamental nesta época

Nutrição

Fruto que ajuda na melhora do desempenho físico

Nutrição

Essa condição denota o "terror" do público da terceira idade

Advertisement

Você também vai gostar

Nutrição

Saiba a quantidade mínima ideal para conseguir manter um padrão saudável

Nutrição

Endocrinologista explica que apostar nessas opções pode ajudar a emagrecer

Nutrição

Ainda assim, não esqueça que esse suplemento não é milagroso

Nutrição

A dieta equilibrada não deixa de ser fundamental nesta época