Paciência e disciplina: o que preciso para começar a correr?

Confira 5 dicas para ajudar o iniciante na corrida a não desanimar e alcançar todas as metas que foram traçadas

Paciência e disciplina: o que preciso para começar a correr?
Foto: Shutterstock

As restrições por conta da Covid-19 estão menores e você quer iniciar, enfim, seu plano de sair do sedentarismo. Claro que chegar em alguma distância estipulada – como os 21 km de uma meia-maratona – ou perder peso também são metas paralelas que você pretende alcançar com a corrida, né? Mas se sente perdido sem saber direito o que fazer para não ter problemas na atividade? Mantenha a paciência que temos valiosos conselhos.

Não existe muito segredo. Esforço, calma e disciplina precisam estar presentes. Depois disso, basta comprar um calçado adequado e se dispor a correr, correr e correr muito por aí. Claro que de máscara e sempre tomando todos os cuidados necessários. Esforço, paciência e disciplina. Mas, se no começo você ainda não consegue correr, já se ligue na primeira dica!

1) Caminhe! Comece devagar, com calma, e vá acostumando seu corpo. A prática da caminhada já garante uma melhora na respiração, na circulação sanguínea e na postura. Os benefícios ainda incluem a prevenção de doenças, como a hipertensão e as varizes, entre outras.

2) Orientação profissional: Um personal trainer vai ajudar a alcançar os objetivos. Se você pretende emagrecer, o tipo de treino será diferente daquele em que busca baixar a velocidade ou ainda aumentar a distância. Também é importante fazer uma avaliação médica antes de pegar mais pesado, para saber se você está apto a praticar tal atividade.

3) Sono: Não há ganho, sem descanso. Mantenha uma rotina que inclua cerca de oito horas de sono por noite, respeitando com calma seu organismo. O personal também te ajudará a montar uma planilha que respeite o tempo que nosso organismo para se recuperar e reduzir o risco de lesões por esforço excessivo.

4) E se as dores musculares? É necessário que exista repouso, com sono de 8 horas por noite. Caso as dores sejam muito incômodas, pode-se fazer uso de analgésicos, ou ainda, pomadas e gelos em spray, que agem diretamente no foco da dor causada por câimbras, pancadas ou contusões.

5) Cuidado com outras dores: Mas fique esperto. Hematomas, dores no peito e na perna podem ser algo mais grave. Não tenha paciência e visite o médico!

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você