Sedentarismo e má alimentação estão na lista de causas evitáveis do câncer

Existem atitudes diárias que atuam na mudança dos hábitos e podem ser aliadas no combate ao câncer. Conheça maneiras de afastar os riscos da doença

Prevenção do câncer: medidas de alimentação e estilo de vida
Foto: Reprodução/Freepik

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% dos casos de câncer ao redor do mundo têm relação com o estilo de vida das pessoas. Dentre os hábitos mais nocivos estão o sedentarismo e a má alimentação, considerados causas evitáveis. Ou seja: esses dois fatores podem desencadear uma doença séria, mas são elementos que podem ser eliminados da rotina se pensarmos na prevenção do câncer.

“Sedentarismo, sobrepeso/obesidade e consumo excessivo de gorduras podem ser classificados como ‘vilões’ que respondem, em especial, pela elevação no risco de desenvolvimento de tumores que afetam intestino, endométrio, próstata, pâncreas e mama”, explica Daniel Gimenes, oncologista do Centro Paulista de Oncologia (CPO) – Grupo Oncoclínicas.

Segundo o especialista, estes fatores se tornam ainda mais preocupantes quando levamos em conta sua associação direta com o aumento constante nos registros de casos de câncer entre jovens. “Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que a condição já é a segunda maior causa de morte de pessoas entre 15 a 29 anos no país, perdendo apenas para óbitos decorrentes de acidentes e violência. Entre 2009 e 2013, a entidade estima que 17.500 jovens morreram em decorrência de tumores malignos”, descreve Daniel.

Sendo assim, fazer exercícios e se alimentar de maneira equilibrada são atitudes que evitam diversas patologias. Isso porque contribuem para a saúde do organismo como um todo. Daniel ressalta que uma orientação divulgada no congresso da Sociedade de Clínica Oncológica Americana (ASCO) indicou que a combinação entre dieta e atividade física é capaz de evitar o aparecimento do câncer em até 40% dos casos. “Ou seja, trata-se de uma medida preventiva extremamente eficaz que está ao alcance do paciente”, ressalta.

Daniel Gimenes indica 5 passos para a redução global dos riscos de câncer.

Prevenção do câncer

Consultoria: Daniel Gimenes, oncologista do Centro Paulista de Oncologia (CPO) – Grupo Oncoclínicas.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você