Cuide dos pulmões para fazer treinos mais potentes

Utilizar bem seus pulmões na hora do exercícios evita que você fique cansado rapidamente e te faz aproveitar melhor a atividade

Pulmões: como cuidar deles para fazer treinos mais potentes
Foto: Shutterstock

Cuidar dos pulmões nunca foi tão necessário. Inspirar e expirar para se acalmar também já é palavra de ordem. Se de um lado as academias estão fechadas neste momento, de outro não dá nem pra pensar em ficar parado.

Com a ajuda de aulas e personal treiner on-line, muita gente já se acostumou a treinar em casa, agora então é hora de aprender a respirar enquanto treina.

“Muita gente tem o costume de prender a respiração dos pulmões na falsa intensão de aumentar a força. Seja para levantar algo mais pesado em casa, andar mais rápido pelas ruas ou aumentar a carga dos treinos. O que pouca gente sabe é que o efeito é exatamente contrário. Ao invés de potencializar, quando a respiração não é correta durante uma atividade física, aumentam os riscos de lesões, já que o diafragma fica sobrecarregado, podendo até causar câimbras no órgão. E o resultado é rapidamente percebido com incomodo dolorido na lateral do abdômen”, explica Altino Andrade, profissional de educação física da Rede Just Fit Academias.

Segundo o especialista, na hora de trabalhar com pesos, a regra da respiração é soltar o ar no estímulo e inspirar quando estiver soltando o peso, já que é durante a expiração que os músculos abdominais se contraem. “Nesse caso, se a respiração não for feita da maneira correta, além de dar a sensação de cansaço mais rápido, o exercício pode nem ser aproveitado”.

Outra importante dica é o foco na hora de treinar. “Para alternar a velocidade e a força durante um treino, é preciso elevar os batimentos cardíacos e isso só ocorre com o consumo mais elevado de oxigênio“, diz.

Além disso, outra dica importante é “um treinamento realizado com uma intensidade adequada, por no mínimo 3 vezes por semana e respeitando as características individuais de cada pessoa, aumenta-se consideravelmente a taxa do metabolismo basal, que nada mais é do que o consumo de calorias que utilizamos para realizar nossas atividades diárias, consequentemente isso melhora o condicionamento físico e a diminuição de percentual de gordura em relação ao peso total”, finaliza o especialista.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você