Além da estética: como a rinoplastia pode beneficiar a saúde

Especialista pontua que a rinoplastia não é só para fins estéticos, mas também para melhorar qualidade de vida e de respiração

Além da estética: como a rinoplastia pode beneficiar a saúde
Foto: Shutterstock

O Brasil segue sendo o segundo país em que mais são realizadas cirurgias plásticas no mundo, com cerca de 1,4 milhões de procedimentos por ano, segundo esses dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética. E, dentre os procedimentos estéticos mais buscados, a rinoplastia é a segunda operação que está entre os desejos dos brasileiros que buscam ter um rosto mais harmônico e atraente.

No entanto, essa cirurgia, além de proporcionar beleza e elevar a autoestima, também pode trazer uma melhora à saúde do indivíduo, principalmente a respiratória, pois há possibilidade de correções de desvio do septo nasal e tratamento dos cornetos nasais – alternativa válida para quem sofre de rinite ou sinusite alérgica.

“Chamamos esse procedimento de rinosseptoplastia, que é quando o indivíduo aproveita o momento da operação para também modificar o nariz”, explica o otorrinolaringologista Edson Freitas, especialista em remodelação do nariz. “Ao realizar a cirurgia do desvio de septo em conjunto com a rinoplastia, os resultados tendem a ser mais satisfatórios tanto do ponto de vista funcional quanto do estético, já que a correção do septo também influenciará na aparência geral do nariz”, completa.

INDICAÇÕES

O septo nasal, constituído por osso, cartilagem e mucosa, basicamente é a estrutura do nariz que separa as narinas, e o desvio ocorre quando essa estrutura não é reta, resultando em fossas nasais de tamanhos diferentes. De acordo com o doutor Edson Freitas, quando leve não causa incômodo, mas em casos acentuados, a operação é recomendada.

“Em casos graves, esse problema pode facilitar a retenção de secreções, sangramentos, respiração pela boca, cansaço, dores de cabeça, apnéia no sono, entre outros sintomas associados que causam mal ao bem-estar do indivíduo”, pontua.

Outra situação em que a rinoplastia é recomendada para auxiliar a saúde é em caso de turbinectomia. “Trata-se de uma cirurgia funcional que tem por objetivo a diminuição do tamanho das conchas ou cornetos nasais, existentes no interior da cavidade das narinas recobertos por mucosa. Sua função é aquecer, umidificar e filtrar o ar respirado”.

Nem todo o desvio de septo precisa resultar em uma cirurgia. As recomendações são realizadas apenas quando a condição traz problemas ao paciente, como dificuldade para respirar.

O otorrinolaringologista ainda aponta que a avaliação médica é indispensável na tomada de decisão quanto fazer ou não a rinoplastia. Por meio de uma avaliação completa, que envolve exame físico, assim como tomografia computadorizada e nasofibrolaringoscopia.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você