Triptofano: 6 fontes naturais do aminoácido da felicidade

Substância fundamental para a produção de hormônios do bem-estar pode ser encontrada em alimentos do dia a dia

Banana e chocolate são fontes de triptofano / Foto: Shutterstock
Banana e chocolate são fontes de triptofano / Foto: Shutterstock

O triptofano é um aminoácido essencial. Ou seja, é uma substância que, apesar de ser necessária para o bom funcionamento do corpo, o organismo humano não consegue produzi-la sozinho. Sua função é auxiliar na produção de hormônios que promovem o bem-estar e melhoram o humor.

Isso significa que, uma pessoa que tem baixos níveis de triptofano no corpo, pode ficar suscetível à problemas relacionados com a saúde mental, como estresse, ansiedade e até mesmo depressão.

“A síntese de serotonina é dependente das concentrações de triptofano no cérebro. Como a serotonina está envolvida na regulação do humor e da ansiedade, baixos níveis de serotonina podem contribuir para o aumento da ansiedade e a depressão. Como a disponibilidade de serotonina depende da ingestão de triptofano, as fontes alimentares desse aminoácido são vistas e essenciais para uma boa saúde mental e bem-estar”, conta a nutricionista Adriana Stavro.

A boa notícia, conforme disse a especialista, é que o triptofano pode ser encontrado em alimentos simples do dia a dia. Dessa maneira, para evitar possíveis carências do aminoácido no corpo, Stavro separou uma lista com seis ingredientes que possuem boas concentrações da substância. Confira:

1. Peixes – De acordo com a nutricionista, salmão, truta, sardinha, atum e arenque, além de terem boas quantidades de triptofano, também aportam gorduras essenciais, como o ômega-3, que o corpo não consegue produzir

2. Banana – Fruta rica em fibras, potássio e vitaminas. Além de ter um custo relativamente barato, a banana também pode ser encontrada em quase todos os mercados do Brasi.

3. Grão de bico – Além de triptofano, a leguminosa também tem alta concentração de vitaminas B6 e B9, que, segundo a nutricionista, atuam na produção de neurotransmissores relacionados ao bem-estar.

4. Laticínios – Leites, queijos e iogurtes são alimentos ricos triptofano, cálcio e magnésio. Além disso, os iogurtes, em especial, aqueles que contêm probióticos, ajudam no equilíbrio da microbiota intestinal. Segundo Stavro, o intestino é responsável pela produção de cerca de 90% a 95% da serotonina do corpo. Portanto, mantê-lo em equilíbrio é importante para a saúde emocional.

5. Mel – O mel também é fonte de triptofano, com ação calmante que induz a uma sensação de bem-estar. Segundo a especialista, o alimento produzido pelas abelhas ainda é fonte de frutooligossacarídeos, que ajudam a promover o equilíbrio das bactérias no trato gastrointestinal. O mel também colabora com uma melhor regulação neuroendócrina, favorecendo a sensação de prazer e a disposição.

6. Chocolate 70% – O típico chocolate ao leite, nesse caso, não vale. Mas o amargo, com pelo menos 70% de cacau, é rico em triptofano. De acordo com Stavro, quanto mais cacau na composição, melhor para a saúde mental.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você