Andar de skate: confira dicas para evitar lesões!

Confira alguns cuidados que podem ajudar a reduzir os impactos causados por contusões

andar de skate
Foto: reprodução/Pexels.com

É inevitável que você, eventualmente, caia ao andar de skate e treinar manobras mais elaboradas – faz parte do processo. Com a prática, muitos skatistas aprendem a cair corretamente ou desenvolvem técnicas especiais para lidar com esse tipo de situação.

Ana Paula Simões, médica especialista em ortopedia e traumatologia, separou algumas dicas e exemplos para reduzir os danos que essas quedas podem causar. Confira abaixo:

Andar de skate requer atenção às rodas

Ajuste as suas rodas para o ponto onde você se sinta confortável, especialmente quando for comprar pela primeira vez. Use uma tabela de ajustes, a maioria das lojas oferece essa métrica e orienta o melhor ponto de colocação. O erro mais comum é apertar as rodas em excesso. Ajuste para o ponto que, quando você está em seu skate, não force ou emita sons como se estivesse rangendo (alguns óleos sintéticos nas buchas de borracha ajudam).

Movimente e rode cada roda para verificar se eles não tocam a mesa, peça na qual o eixo é encaixado, durante as curvas duras, pois isso gera uma parada súbita. Rodas mais macias são melhores para andar na rua, uma vez que proporcionam muita aderência; no entanto, elas falham em lugares de madeira por exemplo.

As rodas mais duras falham menos e criam menos atrito com o solo, permitindo uma maior aderência entre o tênis e o skate; portanto, elas são mais populares no skate convencional.

Lembre-se que todos os ajustes técnicos devem ser supervisionados por um profissional mais experiente num primeiro momento.

Quedas

Se, ao andar de skate, você perder o controle, salte dele. Simples assim, você vai continuar com a energia cinética e correr um pouco antes de parar, mas a queda será evitada. Se você começar a cair, há algumas medidas que você deve tomar imediatamente. Elas surgem de maneira instintiva e com tempo de treino.

Independentemente da sua experiência, ao cair, use de preferência os braços para proteger sua cabeça. Se possuir um capacete de bicicleta ou um especial para o skate, melhor ainda – especialmente se o seu cérebro ainda está em desenvolvimento (crianças e adolescentes). Isto tende a causar problemas a longo prazo no pulso, devido aos traumas repetitivos. Tentar pousar em uma parte do corpo que é mais acolchoada, de preferência cair em rolamento.

Procure evitar, sempre que possível, bater suas articulações. No momento da queda, os três lugares mais importantes que devem evitar ser atingidos são a cabeça, coluna vertebral e joelhos. A menos que você esteja usando joelheiras, evite cair sobre os joelhos. Estatisticamente, os entorses e traumas contusionais em skatistas são muito comuns nos membros inferiores.

Consultoria: Ana Paula Simões, mestre em medicina, ortopedia e traumatologia.

 

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você