Double de proteína: descubra os benefícios dos cogumelos

Conheça melhor os tipos de cogumelos existentes no mercado e como prepará-los

cogumelos
Fotos: Getty Images

Os cogumelos não são vegetais, verduras ou legumes. Eles pertencem à família dos fungos que vêm conquistando mais espaço na mesa dos brasileiros por serem nutritivos e agregar um sabor especial aos pratos. São cerca de 4,5 mil espécies de cogumelos comestíveis em todo o mundo.

Os cogumelos comestíveis são ricos fibras solúveis, que são essenciais para o bom funcionamento do sistema digestivo, aumento de saciedade, redução da absorção de colesterol e ainda no auxílio da remoção de resíduos e toxinas intestinais.

Além de ricos em sais minerais, vitaminas, carboidratos e gordura insaturada, os cogumelos contêm 21 aminoácidos essenciais para o corpo e apresentam um número de proteínas duas vezes maior do que o encontrado na carne bovina. Sendo assim, uma ótima opção para vegetarianos que podem utilizá-los para substituir a carne.

Agora que você já sabe  um pouco sobre os cogumelos, vamos conhecer alguns tipos de cogumelos e suas características a seguir!

Confira os tipos de cogumelos e seus benefícios:

A nutricionista Camila Avileis sugere algumas receitas bem práticas e saborosas com alguns tipos de cogumelos. Veja:

Espetinho de legumes com cogumelos de Paris

  • 2 abobrinhas pequenas
  • 2 berinjelas japonesas
  • 8 cogumelos de Paris pequenos
  • 8 aspargos verdes
  • 4 tomates cerejas
  • Sal e pimenta do moinho (à gosto)
  • Azeite extravirgem
  • Especiarias à gosto (sugestão: cominho em pó, páprica e cúrcuma)

Modo de preparo

Corte as abobrinhas e berinjelas em rodelas largas. Puxe no azeite bem quente as abobrinhas e as berinjelas.
Junte os cogumelos e os aspargos, depois tempere com sal e pimenta. Monte os espetos, alternando os legumes. Tempere os espetos com o azeite e as especiarias e coloque para grelhar.

Cogumelo de panela

  • 1/2 xícara de cebola fatiada
  • 1 bandeja de nameko
  • 1 bandeja de shiitake
  • 1/2 xícara de funghi hidratado em caldo de legumes
  • 300g de abóbora cabotian
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva
  • Cheiro verde e sal a gosto
  • 2 xícaras de caldo de legumes caseiro

MODO DE PREPARO:

Cozinhe o funghi no caldo de legumes e sal a gosto por 10 minutos, escorra e reserve. Pré cozinhe a abóbora, também no caldo, por 10 minutos, escorra e reserve. Refogue a cebola por dois minutos e acrescente o shiitake, depois de três minutos acrescente o nameko. Em seguida, após 2 minutos o funghi e a abóbora.
Acerte o sal, tampe a panela e deixe que cozinhe por mais 5 minutos. Finalize com o cheiro verde e sirva!

Dicas essenciais

Na hora da compra: verifique se o cogumelo está firme e com coloração forte, sem manchas escuras na superfície. O fresco pode ser guardado na geladeira por até dez dias, mas é aconselhável consumi-lo em até cinco.

Na hora de lavar: esfregue-o levemente com uma toalha de papel umedecida, enxágue e não o deixe de molho em água, pois ele ficará encharcado e sem sabor. Ao cozinhar, corte os talos. O seco pode ser armazenado por até dois anos em local fresco e livre de umidade.

Fonte: Camila Avileis, nutricionista em São Paulo; Edição: Nataly Paschoal

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você