Benefícios do Yoga e posturas fáceis para iniciantes

Aprenda a praticar a atividade sem sofrimento e melhore sua qualidade de vida

Yoga
Foto: Shutterstock

O Yoga é uma atividade física milenar, que trabalha apenas com o próprio corpo e pode trazer inúmeros benefícios para a saúde. Entre eles, uma melhora da consciência corporal, fortalecimento muscular, prevenção de dores articulares e até mesmo combate a ansiedade e depressão. Problemas que se acentuaram durante a pandemia.

“O Yoga é uma atividade que trabalha corpo e mente de forma integrada, aliando movimentos, exercícios de respiração, relaxamento e auto-observação. Por isso, os benefícios da prática não são apenas para o corpo, são também para a mente e podem estender-se até para outras áreas como a saúde social, por exemplo”, explica Tallyta Mendes, instrutora da modalidade na Bodytech Brasília.

Outro ponto positivo é que o Yoga não necessita de grandes espaços e infraestrutura de equipamentos. Basta um cantinho reservado e confortável para começar a praticar. Fator muito importante, já que – mesmo com o avanço da vacinação contra a Covid-19 – ainda é necessário manter o distanciamento social e permanecer em casa o máximo possível.

Para isso, separamos alguns movimentos simples e básicos, para que pessoas iniciantes comecem a praticar o Yoga em casa. Confira:

Postura da prancha

Yoga - Foto: Shutterstock
Yoga – Foto: Shutterstock

Nesta postura você irá levantar não só o tronco, mas toda a extensão do seu corpo – e você pode ir diretamente da pose da cobra para a prancha. Para isso, basta apoiar os dedos dos pés no chão e elevar todo o corpo, mantendo-o reto, paralelo ao chão, utilizando a força dos braços e das pernas.

Postura da canoa

Yoga - Foto: Shutterstock
Yoga – Foto: Shutterstock

Sente-se e, com a coluna reta, deixe o peso do corpo apenas sobre seus glúteos. A posição exige concentração e equilíbrio, por isso, o ideal é manter o rosto voltado para frente, com o olhar em um ponto fixo. Levante as penas o quanto puder, com os joelhos esticados, e leve as palmas das mãos abertas em direção as pernas para ajudar no equilíbrio. Lembre-se de permanecer com as costas retas.

Postura do guerreiro II

Yoga - Foto: Shutterstock
Yoga – Foto: Shutterstock

Em pé e com as pernas abertas na largura dos ombros, de um passo para trás com o pé direito para formar um ângulo de 45 graus com o chão. Com o tronco voltado para frente, dobre o joelho esquerdo, formando um ângulo de 90 graus. Em seguida, abra os braços e as mãos e mantenha seu rosto voltado para o lado da perna que está flexionada. Em seguida, faça o mesmo movimento do outro lado.

Postura da cadeira

Yoga - Foto: Shutterstock
Yoga – Foto: Shutterstock

Com as coxas paralelas, flexione os joelhos de maneira que formem um ângulo de 90 graus. Então, com a coluna reta, leve o tronco um pouco para frente e levante os braços acima da cabeça com as palmas abertas e os dedos esticados. Essa postura é muito semelhante ao movimento de sentar-se em uma “cadeira imaginária”.

Postura da cobra

Yoga - Foto: Shutterstock
Yoga – Foto: Shutterstock

De bruços no chão, mantenha as pernas juntas e esticadas, com o peito dos pés encostado no solo. Então, com as palmas das mãos fixas no chão a uma distância um pouco maior que os ombros, empurre o solo e erga o tronco, abrindo bem o peito. Sua coluna formará uma curva. Na postura, respire fundo e levante a cabeça. Procure manter os ombros afastados das orelhas para soltar a tensão.

Postura do peixe

Yoga - Foto: Shutterstock
Yoga – Foto: Shutterstock

Deitado(a) de costas, mantenha toda a extensão do corpo – da cabeça aos pés – bem esticada. Com cuidado, levante o tronco com os antebraços e os cotovelos apoiados no chão, levemente dobrados nas laterais do corpo. Mantenha a cabeça encostada no solo, nas não a utilize como apoio – você deve manter o equilíbrio com o auxílio dos antebraços. Para essa postura, é importante manter a boca semiaberta e a ponta da língua encostada no céu da boca.

Posição ângulo lateral

Yoga - Foto: Shutterstock
Yoga – Foto: Shutterstock

A partir da posição do guerreiro II, desça o tronco em direção ao joelho dobrado. Faça isso com os braços esticados até que a palma da mão encontre o chão, do lado de dentro da perna. Vire a cabeça e olhe para cima. Fique na posição e respire três vezes. Então, repita todo o processo do outro lado.

Postura pernas na parede

Yoga - Foto: Shutterstock
Yoga – Foto: Shutterstock

Deitado(a) no chão com os glúteos bem próximos a uma parede, estique as pernas em direção ao teto. Então, apoie os braços no chão com as mãos sob a lombar ou relaxe o tronco no chão. Feche os olhos e respire profundamente.

Postura da criança

Yoga - Foto: Shutterstock
Yoga – Foto: Shutterstock

Para esta postura, você deve se sentar sobre os pés, de joelhos no chão. Então, curve seu tronco para a frente, levando o peito em direção às pernas e estique os braços, apoiando as mãos no chão. Se conseguir, você pode tentar encostar a testa no solo. Porém, lembre-se de respeitar seu limite! Se preferir, você também pode deixar os braços nas laterais do seu corpo.

Fonte: João Bidu

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você