Como adaptar o corpo para correr em trilhas

Mesmo quem corre há bastante tempo no asfalto deve passar por um período de adaptação. Mirlene Picin, da equipe Time to Run, explica o que você deve fazer

como adaptar o corpo para correr em trilhas
Foto: Divulgação

Não é apenas o visual que muda quando você passa a apostar no trail run. Os seus treinos e vestimentas também precisam ser diferentes para que a mudança seja facilitada. “Para que a transição seja rápida, basta treinar em trilhas e pisos irregulares com terra e pedras. Além disso, acrescente muitas subidas e descidas aos seus treinos”, diz Mika, como a profissional é conhecida.

como adaptar o corpo para correr em trilhas

Foto: Divulgação

O desnível, aliás, é um dos pontos-chave no trail run. “O trail é corrida em sua essência, mas o piso é diferente e a técnica também muda um pouco. Há diferenças no esforço dispensado, além de o ritmo ser mais lento do que o imprimido em provas de rua, por causa das várias subidas e dos trechos mais técnicos, onde pode haver pedras, buracos, lama, mata fechada e areia, o que exige cautela.” Assim, caminhar é normal nesse tipo de prova e essencial para economizar esforço (você vai precisar) e poupar a musculatura.

Como fazer essa adaptação? Comece por trocar o asfalto liso por vias com paralelepípedos e trilhas com barro e cascalho. Depois de se acostumar com isso, parta para subidas e descidas, que, em princípio, podem ser feitas no próprio asfalto. Subir escada também é uma boa pedida. “É interessante, ainda, sentir como é correr com os pés encharcados, porque às vezes é preciso correr dentro de rios e no meio do barro, o que deixa os pés mais pesados e requer melhor preparo físico”, lembra Mirlene. Assim, é essencial correr com calçados específicos para corrida de montanha. Use também meias de compressão que, além de melhorar a circulação, vão protegê-lo contra plantas urticárias.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você