Cycflix: a bicicleta que promete fazer você perder peso enquanto se diverte na Netflix

Veja como a invenção de um estudante irlandês pode melhorar muito a forma como você assiste às suas séries

Imagem de uma bicicleta estática ligada à uma série de fios, com a Netflix. Cycflix
(Foto: Reprodução)

Será que é possível unir aquelas intermináveis horas que queremos assistir aos conteúdos da Netflix com a nossa prática diária de exercícios? Parece que não dá muito para unir o útil ao agradável nesse caso, não é mesmo? Mas, diga a verdade, não seria ótimo poder assistir nossas amadas séries ao mesmo tempo em que nos exercitamos? Pois saiba que agora isso é possível, graças à Cycflix.

Ronan Byrne, estudante de engenharia elétrica do Instituto de Tecnologia de Dublin, na Irlanda é o autor dessa criação que promete nos colocar para pedalar vários quilômetros. Mas por um ótimo motivo! Byrne uniu uma bicicleta estacionária padrão (aquela fixas no chão, iguais às de academia) com um sistema de computador criado por ele. Agora, quando alguém quiser assistir aos seus filmes ou séries da Netflix, o usuário vai precisar subir no aparelho e pedalá-lo. Do contrário, caso o movimento na bicicleta seja interrompido, a TV desligará automaticamente, somente sendo religada quando a invenção voltar a ser pedalada. Motivação é o que não vai faltar, não é mesmo?

“A essência do projeto é que, com o clique de um botão e alguma entrada de usuário, um navegador se abrirá e executará a Netflix. Daí ela irá monitorar sua velocidade de pedal (conforme você a configurou previamente). Se você estiver indo abaixo da velocidade programada por muito tempo, a Netflix será pausada até que você volte a acelerar. Caso se deseje usar algum outro serviço de transmissão, será apenas necessário algumas mudanças”, contou o inventor para o blog Instructables (Instrutivos, na tradução).

O irlandês ainda disse que a razão principal para desenvolver esse projeto foi obter conhecimento sobre algumas áreas de programação que estava estudando. “O principal motivo pelo qual eu fiz este projeto foi aprender um pouco de Python (uma linguagem de programação de alto nível) e, finalmente, usar o meu Raspberry Pi (microcomputador do tamanho de um cartão de crédito que se conecta a um monitor de computador ou TV e utiliza de um teclado e um mouse padrão, com a função de promover o ensino da Ciência da Computação nas escolas). Então o código não será perfeito como eu aprendi. Mas pensei que seria uma boa ideia publicar o projeto”, afirmou o jovem inventor.

O projeto de Byrne surpreende também pela sua simplicidade, quando vistos os componentes que o moldam: um Arduino (plataforma eletrônica de hardware que possui entradas e saídas – USB, por exemplo – com o objetivo de desenvolver objetos interativos independentes e de baixo custo, conectados à um computador hospedeiro); um notebook ou computador pessoal (PC); um cabo USB; um resistor 10K; fios; uma placa de tiras de cobre; uma bicicleta de exercícios estacionária; e duas porcas e parafusos.

A Cycflix ainda não possui versões no nosso país e está em fase de aprimoramentos. Mas já pode se dizer que é uma invenção promissora, não é mesmo?

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você