Nutrição e estética: a influência de uma sobre a outra

Você é o que você come. A famosa afirmação também vale quando o assunto é beleza. Afinal, nutrição e estética tem tudo a ver. A nutricionista Cristiane Botelho, da Clínica de Nutrição da UNG Universidade, nos dá dicas para evitar alguns desses problemas que podem ocorrer com nosso organismo.

Pessoa comendo
Foto: iStock/Getty Images

Você é o que você come. A famosa afirmação também vale quando o assunto é beleza. Afinal, nutrição e estética tem tudo a ver. Quem não deseja manter a pele hidratada e sem acne, as unhas fortes e os cabelos sedosos e brilhantes? Para isso, uma alimentação balanceada é fundamental, pois refletirá na manutenção do equilíbrio do corpo todo, tanto por dentro, como por fora.

Pessoa comendo

Foto: iStock/Getty Images

É importante garantir que a ingestão dos nutrientes aconteça na quantidade certa, pois a falta de um deles pode causar um desequilíbrio metabólico, resultando em diversas desordens estéticas que podem atingir, por exemplo, a pele, com o aparecimento de acne, manchas, celulite, flacidez, estrias, gordura localizada, envelhecimento precoce e problemas de baixo peso e sobrepeso.

A nutricionista Cristiane Botelho, da Clínica de Nutrição da UNG Universidade, nos dá dicas para evitar alguns desses problemas que podem ocorrer com nosso organismo. Confira:

Envelhecimento da pele

Os alimentos priorizados são aqueles ricos em antioxidantes, que podem variar desde frutas, verduras, fibras e alguns outros alimentos que sejam ricos em antioxidantes, como por exemplo, frutas cítricas, frutas vermelhas, aveia, linhaça, suco de uva integral e outros.

Acne

Um desequilíbrio da saúde intestinal, decorrente de má alimentação, também pode causar acne. Uma dieta rica em alimentos hiperglicêmicos (carboidratos, açúcares, leite, sorvete, chocolate, etc.) aumenta o trabalho das glândulas sebáceas, o que gera acne. “Uma rotina alimentar à base de peixes, muitos legumes e vegetais acarretará numa melhora do problema. Acne tem relação direta com a dieta”, alerta Botelho.

Flacidez e celulite

O sedentarismo e o sobrepeso são considerados vilões para o surgimento da flacidez e da celulite. “Beber a quantidade certa de água, ajustar a alimentação, controlando o excesso de carboidratos, gorduras e doces, além de incluir alimentos antioxidantes e estimular o consumo adequado de outros nutrientes é importantíssimo”, finaliza a nutricionista.

VEJA TAMBÉM

Crédito: Fabio Toledo/Colaborador

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você