Perder peso e emagrecer não são sinônimos; entenda a diferença

Eliminar o excesso de gordura corporal não depende da redução de quilos na balança; e vice-versa

A diferença entre perder peso e emagrecer
A diferença entre perder peso e emagrecer / Foto: Shutterstock

Perder peso e emagrecer, não necessariamente, são duas coisas que caminham lado a lado. A maioria das pessoas que já tentou, ou ainda tenta, eliminar o excesso de gordura corporal, tem na balança um dos seus principais parâmetros. Controlar o peso do corpo até pode ser interessante em alguns casos, no entanto, não é isso que vai determinar a conquista do objetivo inicial.

É comum encontrar pessoas que focam tanto em perder peso, que se esquecem de analisar a sua própria composição física. Vale lembrar que emagrecer é, basicamente, eliminar gordura. Mas, se você reduzir a massa muscular, desidratar ou aumentar as vezes em que vai no banheiro, acabará perdendo peso.

“Quando falamos sobre um processo de queima de gordura e emagrecimento, temos que entender que este não está diretamente relacionado ao peso na balança. Isso é crucial e é algo que eu friso bastante com meus alunos: quando você vai fazer uma dieta de emagrecimento e um treino de hipertrofia junto (que é o correto a se fazer), o seu peso não vai cair tão rápido, porém, o seu percentual de gordura cai mais rápido”, comenta o assessor esportivo, Leandro Twin.

De acordo com o especialista, apostar em métodos agressivos para perder peso rápido é algo que, além de comprometer a saúde, não é sustentável e dificilmente vai gerar resultado estético considerável.

“Em uma dieta extremista de 500 calorias por dia, em que você se entope de moderadores de apetite, é obvio que vai gerar uma perda de peso rápida. Porém não gera uma perda de percentual de gordura alta. Então, para você emagrecer de forma rápida, você tem que aceitar que o peso na balança não vai cair de forma rápida”, completa.

Segundo Twin, o ideal é apostar em um déficit calórico moderado e na prática de exercícios voltados para a hipertrofia. Dessa maneira, você consegue preservar não apenas a sua saúde, como a sua massa muscular também. Com isso, em alguns casos específicos, é possível até mesmo emagrecer sem perder muito peso.

“Alguns vão negar essa verdade, tentar novamente formas extremistas, emagrecer e perder massa muscular, líquido retido, bolo fecal, bolo alimentar e depois vão recuperar tudo isso. Quando a pessoa cansa de se frustrar, ela diz para si mesmo ‘ok, vou dar atenção a uma nova estratégia’, que é essa que eu estou apresentando e, então, acaba por acertar e emagrecer para sempre”, finaliza Twin.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você