Refrigerante zero atrapalha a dieta? Entenda

Nutróloga explica as vantagens e desvantagens de consumir esse tipo de bebida

refrigerante zero
Refrigerante zero engorda? / Foto: Shutterstock

O refrigerante zero costuma causar inúmeras dúvidas na mente de quem faz dieta ou simplesmente preza por um estilo de vida mais saudável. Por não ter nenhuma caloria, a bebida costuma ser uma queridinha de quem pretende emagrecer. No entanto, também existem vários debates sobre os riscos que os componentes químicos do produto podem gerar para a saúde.

E, na verdade, o refrigerante zero é uma via de mão dupla. Sua ausência de calorias não interfere diretamente no ganho de peso. Porém, o consumo contínuo da bebida pode provocar compulsões alimentares e, de maneira indireta, prejudicar o processo de emagrecimento.

É o que indica um estudo realizado pela Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos. Uma primeira análise, feita apenas com ratos de laboratório, descobriu que o aspartame – adoçante utilizado pela maioria dos refrigerantes zero – pode danificar uma parte do cérebro, responsável por sinalizar a hora certa de parar de comer.

Já os testes em humanos revelaram que existe sim uma relação entre o consumo de refrigerante zero e o aumento de peso. E uma última análise identificou o aumento de grelina – hormônio da fome – no organismo de pessoas que consomem bebidas gaseificadas.

“O problema com refrigerantes regulares não são apenas as calorias. Uma preocupação é que os refrigerantes diet adoçados artificialmente podem criar uma compulsão por alimentos doces e de alto teor calórico. Portanto, mesmo que a contagem de calorias diminua com os refrigerantes sem calorias, o consumo açúcares em outros alimentos e bebidas pode aumentar ainda mais”, explica a médica nutróloga Dra. Marcella Garcez, diretora e professora da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

De acordo com a médica, a saída realmente saudável e segura é apostar na ingestão de água, em estado puro, ou com infusão de frutas e ervas. “Embora a água pura seja a melhor para a saúde, para muitos não é a escolha mais atraente. Variações de águas como a água com gás, as águas saborizadas, a água de coco e os chás, também valem. Sucos, cafés e outros líquidos, não adoçados com açúcar podem ser consumidos, mas com moderação”, revela.

No entanto, se mesmo assim você optar por beber refrigerante regularmente, a escolha de produtos sem açúcar e calorias é mais vantajosa do que ingerir as bebidas em suas versões tradicionais. “Se você preferir beber refrigerante todos os dias, faz sentido mudar de uma alternativa normal para uma alternativa sem calorias. Uma bebida gaseificada de baixa caloria ainda pode ser uma escolha razoável, contanto que você fique de olho no resto de sua dieta e no seu peso”, finaliza a Dra. Garcez.

Fonte: Saúde em Dia

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você