Tireoide: conheça os sinais de alerta do corpo

Conheça os sintomas de alertas que seu corpo dá que podem significar problemas na tireoide

Tireoide: conheça os sinais de alerta do corpo
Foto: Freepik

A tireoide é uma das maiores e mais importantes glândulas do corpo humano, responsável pela produção e regulação de diversos hormônios, como a testosterona e a progesterona. Entretanto, seu funcionamento despercebido no dia a dia, até a hora em que começa a apresentar desequilíbrios que atrapalham o metabolismo. No entanto, é possível perceber no próprio corpo sinais que indicam que o mecanismo da glândula não está funcionando corretamente.

Existem três tipos de problemas na tireoide com maior incidência: o hipotireoidismo, é o mais comum, em que a produção dos hormônios é menor do que o ideal; hipertireoidismo, em que essa produção é maior que o habitual; e os nódulos da tireoide, que podem ser malignos ou benignos e também podem alterar a produção dos hormônios. Confira os sintomas de cada um deles:

Tireoide: conheça os sinais de alerta do corpo

Hipotireoidismo

  • Metabolismo lento
  • Cansaço
  • Sonolência
  • Inchaço
  • Depressão
  • Oscilações de humor
  • Queda de cabelo
  • Unhas fracas
  • Intestino preso
  • Desânimo
  • Dificuldade em perder peso
Tireoide: conheça os sinais de alerta do corpo

Foto: Freepik

Hipertireoidismo

  • Metabolismo acelerado
  • Taquicardia
  • Tremores
  • Perda de peso considerável
  • Cansaço
  • Insônia
  • Irritação

Segundo a endocrinologista do Hospital Samaritano de São Paulo Carolina Ferraz, não é sempre que os sintomas aparecem. No caso de nódulos na tireoide, por exemplo, se ele for menor que 2 cm, raramente causam sintomas. Nesta situação, eles podem causar engasgo, dificuldade de respirar, aumento de volume no pescoço e alteração no tom da voz.

É importante ficar atentos aos sintomas, pois, problemas com a tireoide interferem muito no corpo e dificultam o seu controle sobre ele, ou seja, pode dificultar muito na hora de perder peso no caso do hipotireoidismo, que é o mais recorrente. Além de todos os outros efeitos causados por essa desregulação hormonal que podem atrapalhar muito na hora de praticar qualquer atividade física.

Gostou das dicas? Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais para saber mais sobre saúde e esporte: InstagramFacebook e Twitter!

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você