Terapias alternativas: aprenda a meditar em um passo a passo

Você está em busca de técnicas para ter mais bem-estar no seu dia a dia e não sabe por onde começar? Fique calmo, pois vamos ajudar nessa missão por meio de dicas acessíveis!

Mulher sentada em uma sala relaxante aprenda a meditar em um passo a passo
Foto por Getty Images

Não é difícil encontrar pessoas que se interessam por uma atividade, mas não as realizam. Um dos motivos para isso é não saber por onde começar. Com a meditação, isso também é recorrente. Se você faz parte desse grupo, não se desespere! Montamos um plano no qual ensinamos a prática em etapas simples para quem ainda é iniciante no assunto! Não perca tempo e aprenda a meditar em um passo a passo. Que tal conferir?

Fácil e prático: aprenda a meditar em um passo a passo

Pessoa sentada em uma praia com o mar ao fundo, prestando atenção e aprendendo a meditar em um passo a passo

Foto por Getty Images

A primeira recomendação para quem deseja aprender a meditar, geralmente, envolve estar realmente aberto à técnica. “É preciso não criar expectativas sobre como vai ser ou o que vai acontecer durante a meditação, encarando a prática com curiosidade para observar que realmente acontece”, explica a professora de yoga com aprofundamento em meditação Milca Ribeiro.

  1. Momento só seu: a meditação é uma atividade que exige que o praticante esteja em paz. Portanto, é fundamental deixar outras pessoas (como amigos e familiares) avisadas de que estará indisponível por alguns minutos. Para garantir que o ambiente esteja em silêncio, é recomendado deixar o celular, a televisão e outros aparelhos desligados.
  2. Atenção à vestimenta: A meditação também exige esse tipo de cuidado, sendo indicado optar por calças e camisetas mais soltinhas ou roupas comuns de ginástica. Isto é, faça o que for necessário para que as peças não sejam incômodos.
  3. Locais ideais: embora a prática possa ser feita em lugares diversos, como no trânsito ou no próprio trabalho, o melhor mesmo é que o praticante encontre um cômodo confortável. Isso pode fazer com que a atividade seja mais eficaz e prazerosa.
  4. Respire fundo: a meditação exige uma atenção plena, isto é, a promoção de um estado de presença, seja passiva ou ativa. E uma das maneiras de conseguir isso é por meio da respiração, que envolve o diafragma e enche os pulmões sem ser forçada.
  5. Em busca de um foco: depois de controlar a sua respiração, é necessário encontrar algo que prenda a sua atenção, como um mantra ou uma palavra simples. Daí, é preciso ficar repetindo ou mentalizando o alvo de seu foco.
  6. Para finalizar: após meditar e atingir o relaxamento proposto pela prática, é a hora de encerrar. Para isso, é importante fazer um agradecimento ou até mesmo uma oração que lhe faça bem. Feito isso, mexa os braços e as pernas calmamente e se alongue. Pronto, meditação completa!

 

Gostou do passo a passo? Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais para saber mais sobre saúde e esporte: InstagramFacebook e Twitter!

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você