Como ganhar massa muscular rápido? 5 lições que aprendemos em 2021

Recorde as principais dicas e práticas que favorecem o aumento das fibras muscules

como ganhar massa muscular
Como ganhar massa muscular / Foto: Shutterstock

Saber como ganhar massa muscular rápido é o desejo de, praticamente, todo aluno iniciante de musculação. Mesmo os intermediários e avançados ainda se questionam sobre quais métodos e atitudes são mais benéficas para a hipertrofia – processo de construção muscular.

No entanto, é preciso entender que – assim como emagrecer mais rápido – o ganho de massa muscular é um fenômeno lento e gradual que ocorre em nosso organismo. Por isso, ele pode ser mais complexo do que alguns imaginam. Para facilitar as coisas, resolvemos reunir as cinco melhores dicas de 2021 sobre o assunto. Confira:

1 – Realize os movimentos com cadência

De acordo com o químico, educador físico e atleta profissional IFBB, Renato Cariani, ajustar o peso para realizar uma contração eficiente, completa e sem pressa é fundamental para ter bons resultados. “Você controla a carga, não é ela quem te controla. Quando a carga está te controlando, você faz o exercício todo estabanado. Ou faz excessivamente rápido, com o objetivo de terminar logo”, conta. Para ele, boas séries precisam durar entre 30 e 50 segundos.

2 – Mais carga ou mais repetições?  

“A carga que você coloca é sempre a sua melhor, para o número de repetições que você está pensando em fazer. Por exemplo: vou fazer um leg press. Vou fazer quantas repetições? 10 repetições, pois foi o que o meu treinador passou e estruturei meu treino assim. Vou colocar a minha maior carga para fazer, mais ou menos, 10 repetições. Até a falha, até não subir mais nenhuma vez”, explica o treinador Leandro Twin.

3 – Treinar perna eleva a testosterona

Segundo o personal trainer, Márcio Lui, o treino de membros inferiores pode auxiliar no desenvolvimento de outros grupos musculares, pois eleva a produção de substâncias que favorecem o ganho de massa muscular geral, como a testosterona, por exemplo. “Ao manter o nível desses hormônios elevado no organismo, o treino para membros inferiores contribui para os resultados de membros superiores”, explica o especialista.

4 – Comparações vazias não levam a lugar nenhum

“Não adianta a gente ficar se comparando com o outro. É preciso ter clareza do próprio objetivo, ser sincero consigo mesmo e traçar um caminho. E ele não precisa ser tão rápido. O rápido pode ser muito prejudicial para saúde e mente. Quando você entende o caminho e o processo, a mente evolui também. A gente acaba criando um pensamento forte e você vê que é capaz”, explica a treinadora Gabriela Bahia.

5 – Mulher tem que treinar braço sim

“Enrijece e tonifica a musculatura, ajuda a reduzir o músculo do tchauzinho, deixando o tríceps mais forte e definido, diminui as gorduras localizadas, que incomodam algumas mulheres, previne problemas futuros de mobilidade e deixa os braços mais funcionais para tarefas do dia a dia”, revela Alessandra Dias, gerente técnica da Smart Fit.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você