Corrida para iniciantes: 6 passos que não podem ser ignorados

Saiba o que é necessário para começar a correr com segurança. Evite problemas e lesões

corrida para iniciantes
Corrida para iniciantes / Foto: Shutterstock

Corrida para iniciantes não é uma atividade tão simples quanto parece. Geralmente, as pessoas começam no esporte com o simples objetivo de emagrecer, ou manter a boa forma física. Nesses casos, é fundamental ter um conhecimento básico sobre a modalidade e entender que não basta sair por aí instintivamente. Isso, além de dificultar a conquista da meta inicial, ainda pode prejudicar a saúde do praticante e até mesmo terminar em lesão — o que é péssimo.

Para evitar que isso ocorra, é necessário respeitar as técnicas de corrida e realizar uma série de cuidados prévios. De acordo com a educadora física Thais Ghendov, existem seis dicas fundamentais para quem pretende iniciar a prática do esporte. Confira o verdadeiro guia de corrida para iniciantes que a especialista separou:

1 – Já foi ao médico?

Pois é, quem dá a liberação inicial — ou pelo menos deveria dar — é o médico. Ele vai solicitar a realização de alguns exames para avaliar a sua saúde e decidir se você está apto ou não para a prática de atividades físicas intensas. Pular essa etapa é dar um tiro no escuro e deixar margem para o aparecimento de surpresas desagradáveis no futuro.

2 – Atenção com a musculatura

Após receber o aval do seu médico, procure um educador físico para iniciar o trabalho de fortalecimento muscular. Seu organismo precisa de preparo para receber os impactos e desgastes que a corrida proporciona. De acordo com Thais, além de frequentar uma academia de musculação, também é possível tonificar o corpo com exercícios caseiros, como o agachamento, por exemplo.

3 – Aprenda os movimentos corretos da corrida

Com a parte física em dia, chegou o momento de trabalhar as questões cognitivas e mecânicas. Para isso, invista em exercícios educativos. “Eles funcionam como uma dança: primeiro, nós pegamos os passos de cada parte da música, depois, treinamos várias vezes cada um deles e, por fim, juntamos tudo para criar a coreografia”, explica Thais.

Um bom exemplo, segundo a treinadora, é sincronizar os movimentos da perna direita com o braço esquerdo e, ao mesmo tempo, a perna esquerda com o braço direito. Comece devagar e aumente gradativamente a velocidade, até que se torne uma corrida.

4 – Escolha um tênis adequado para a corrida

Verifique também qual é o seu tipo de pisada. Existem alguns testes caseiros, no entanto, o método mais confiável é procurar um médico ortopedista, para ele avaliar corretamente como os seus pés costumam tocar o chão. Com essa informação em mãos, escolha um tênis compatível. Dessa forma, você evitará desconfortos e lesões.

5 – Tenha regularidade

Segundo Thais, o ideal é se exercitar, pelo menos, três vezes por semana. Isso incluí a realização do trabalho de fortalecimento, exercícios educativos e a própria corrida. O importante é não perder o foco e manter a frequência das atividades, mesmo que isso seja difícil no início.

6 – A progressão é gradativa

Após cumprir todas essas etapas do guia de corrida para iniciantes, você estará pronto para evoluir ainda mais no esporte. Mas, tenha calma. Para alcançar metas ousadas, que incluem distâncias maiores e um ritmo intenso, é preciso tempo e paciência. A recomendação da treinadora é apostar em treinos pequenos, intercalando corrida, caminhada e descanso. Também é possível revezar entre esteira e rua.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você