Connect with us

O que você está procurando?

Suzana Bonumá

Dieta vegetariana contra o câncer

Novo estudo aponta que quem se alimenta de verduras, mas inclui também peixes, tem risco reduzido de desenvolver um tumor

dieta vegetariana
Foto: Shutterstock
[PAGE TITLE]

O câncer colorretal abrange tumores malignos que acometem um segmento do intestino grosso e reto. Esse tipo de câncer é um dos mais incidentes no mundo, segundo dados do Inca (Instituto Nacional de Câncer), sendo o terceiro mais frequente entre os homens (atrás apenas do câncer de próstata e de pulmão) e o segundo mais frequente em mulheres (perde apenas para o de mama). A incidência dessa doença pode ser influenciada por fatores externos, como tabagismo, obesidade, sedentarismo, alimentação e excesso de bebida alcoólica.

+ Alimento para a alma 

dieta vegetariana

Foto: Shutterstock

Um estudo recém-publicado no respeitado periódico JAMA Internal Medicine acompanhou 77 659 indivíduos ao longo de mais de sete anos a fim de avaliar a relação entre vários modelos de dietas vegetarianas e a incidência de câncer colorretal. Os resultados engrossam o time de pesquisas que já haviam apontado para os benefícios do vegetarianismo na prevenção do câncer de cólon.

Embora pesquisas anteriores já tenham associado o elevado consumo de carnes vermelhas, especialmente de carnes processadas, com o aumento no risco de câncer colorretal e a ingestão adequada de fibras a uma proteção contra a doença, a nova publicação traz um novo dado. Dentre os vegetarianos, há um grupo que tira uma grande vantagem com relação ao risco do câncer: os pesco-vegetarianos (aqueles que se permitem comer carne de peixe). Enquanto os vegetarianos que não consumiam carne apresentaram uma redução de 22% no risco da doença quando comparados aos não vegetarianos, aqueles que consumiam peixe ao menos uma vez por mês apresentaram um risco 43% menor, uma grande vantagem sobre os que não consumiam peixe.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Resta saber se foi, de fato, o consumo de peixe que protegeu mais esse grupo ou se há outras variáveis influenciando o resultado e que ainda não foram analisadas. De acordo com os autores do estudo, se a associação com o consumo de peixe não for causal, abre-se mais uma porta para se armar na prevenção da doença, além de aumentar o consumo de fibras e reduzir as carnes vermelhas e processadas. Enquanto isso, vale uma reflexão para os vegetarianos que excluíram o peixe do cardápio em favor da saúde.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Advertisement

Você também vai gostar

Saúde

Aplicado como preenchimento para aumentar a musculatura, óleo mineral pode ser fatal

Fitness

Treinador explica os riscos de realizar certos movimentos de maneira inadequada na academia

Condicionamento Físico

Parar de praticar exercícios físicos por um tempo pode dificultar a volta para a academia. Confira como readaptar o corpo e recuperar o ritmo

Emagrecimento

Especialista em emagrecimento revela três benefícios da perda de peso que vão além dos fatores estéticos. Ganhos podem servir de motivação