Infecção urinária pode atingir homens e mulheres de todas as idades; saiba como evitar

Médico especialista indica as melhores maneiras de prevenir o incômodo e fugir de complicações mais sérias

infecção urinária
Foto: Shutterstock

A infecção urinária é um problema muito frequente em pacientes do sexo feminino. De acordo com dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Urologia de São Paulo, esse mal acomete mais da metade das mulheres em algum momento da vida. Mas também pode se desenvolver em homens e crianças, de qualquer idade.

“Na primeira infância, os meninos têm mais propensão por conta das más formações do trato urinário. Posteriormente, a tendência empata até a adolescência. Já as meninas, quando iniciam a vida sexual, costumam apresentar mais estas infecções e isso vai até os 50 anos”, conta o Dr. Danilo Galante, médico especializado em urologia pela UNESP.

Segundo o especialista, a infecção urinária é mais comum entre as mulheres por conta de diferenças genéticas entre os sexos. “A uretra da mulher, além de ser mais curta do que a do homem, está mais próxima do ânus, o que favorece a passagem de microrganismos para a região. Além disso, a condição também é comum durante a menopausa, já que as taxas de estrógeno, hormônio que protege o trato urinário, diminuem”, explica.

Porém, com o passar do tempo é normal que homens também apresentem um alto índice de infecção urinária. “A partir de um dado momento, os homens começam a apresentar mais as infecções urinárias por conta dos problemas de próstata”, comenta o médico.

Sintomas de infecção urinária

Os sintomas podem variar de acordo com as individualidades de cada pessoa. Mas, geralmente, eles afetam o sistema urinário e órgãos como bexiga, rins e uretra. Sentir dores e queimações ao urinar pode ser o primeiro indício de que algo não está legal e, talvez, essa seja a hora de procurar ajuda médica. Ter a urina mais escura, com odor forte e febre baixa constante são outros alertas de uma possível infecção urinária.

Prevenção

Para ficar longe de problemas com infecção urinária, o Dr. Galante listou as principais medidas de prevenção. Hábitos simples, que podem contribuir muito para a saúde. Confira:

  • Ingestão de líquidos saudáveis – para manter o trato urinário em constante atividade. Os líquidos ajudam a evitar a prisão de ventre, que pode causar infecções;
  • Cardápio alimentar com bastante fibra, como frutas, verduras e grãos integrais;
  • Urinar com frequência, de preferência, a cada três horas;
  • Evitar sabonetes muito fortes;
  • Preferir calcinhas de algodão, fugir dos tecidos sintéticos;
  • Postura higiênica em meninas e mulheres: limpar a área da frente para trás para não levar bactérias do bumbum para a vagina.

Fonte: Saúde em Dia

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você