“Malho para comer”, diz corredora que transformou sua forma física sem neuras

Noelle Pessoa aliou a corrida à alimentação saudável, mas não abriu mão de comer o que gosta. Confira a história da influenciadora digital a seguir!

noelle pessoa
Foto: Reprodução/Instagram

Quem entra no perfil de Noelle Pessoa no Instagram logo vê em sua descrição “malho para comer”, mostrando o lado real da vida de uma corredora. Ela acorda cedo, treina, trabalha, leva marmita e ainda compartilha suas jacadas gastronomicas, provando ao público que ele também consegue obter resultados.

Lutando contra o efeito sanfona

Mas a vida da vendedora de 36 anos nem sempre foi assim tão equilibrada. Noelle já havia tentado entrar em forma durante alguns momentos de sua vida, começando na adolescência aos 17 anos. Na época, a mãe da influenciadora digital começou a pegar no seu pé para emagrecer, pois estava usando manequim 44, e logo a matriculou em uma academia. A garota desistiu e só voltou aos 19 anos por conta própria.

“Naquela momento, minha mãe me obrigava a fazer regimes malucos, como ficar o dia inteiro a base de vitamina de mamão”, relembra Noelle Pessoa que conseguiu um corpo legal e um namorado, que é seu atual marido. Quando estava em seu último ano da faculdade, além de não ter tempo para nada, teve que lidar com o falecimento da mãe. O que comprometeu sua alimentação, pois começou a comer fast-food quase todos os dias no jantar, fazendo-a engordar novamente.

Em 2006, uma solução fácil para eliminar seus quilos a mais apareceu: a sibutramina. “A mulherada do trabalho estava indo em um médico milagroso e decidi ir também”, conta a corredora que chegou a fazer lipoaspiração e a pesar 49kg. Dois anos depois ao se casar, Noelle continuava sedentária e ganhando cerca de um quilo por ano. Foi então que, em Abril de 2013, resolveu seguir a nova onda de sua colegas de trabalho, academia e corrida de rua aos finais de semana.

A vendedora nunca havia feito nenhuma outra atividade física, a não ser as aulas de educação física no colégio. Sua primeira corrida foi uma noturna, sem ao menos ter pisado em uma esteira para treinar antes. “Simplesmente, amei aquele clima e fui picada logo de primeira”, relata sua experiência com a atividade.

De sedentária a corredora inspiração na rede social

Ao ser picada pelo “bichinho da corrida”, a transformação de Noelle Pessoa começou. A reeducação alimentar veio depois, ao perceber que estava estagnando e que o corpo não reagia mais aos treinos. Ela amava doces e curtir as jacadas gastrônomicas. “Não abria mão de comer um pote de sorvete quando desse vontade”, conta. Seu pensamento era, no dia, queimar tudo na corrida, o que com o tempo não estava mais funcionando.

Por isso, decidiu procurar uma ajuda nutricional em Maio de 2015. Assim, poderia se preparar ainda melhor para sua primeira meia-maratona, a de Nova York. E logo os resultados apareceram e mostraram como a alimentação fazia diferença. “Completei a minha meia oito minutos abaixo do esperado. Ali, percebi o quanto a alimentação contribuía realmente para um ótimo desempenho esportivo”, conta Noelle que em Abril de 2017 ficou quatro meses sem açúcar refinado e álcool para participar da Maratona de Paris.

Mesmo após adotar adotar hábitos mais saudáveis, a influenciadora digital não abriu mão de comer o que gosta e não esconde isso de seus seguidores. Esse foi o motivo de ter se tornado tão conhecida em seu meio nas redes sociais, por mostrar a verdade e tentar provar que é possível ter uma vida equilibrada fazendo o que tanto gostar, correr e comer.

Saiba mais da história da corredora Noelle Pessoa:

 

Gostou da história de transformação pela corrida de Noelle Pessoa? Então, não deixe de compartilhar com a gente nos comentários a sua também.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você