Paola Carrijo conta sua história de amor e lesões com a corrida

Após quase perder uma perna, a corredora conseguiu completar os melhores 42km de sua vida

paola carrijo
Foto: Reprodução/Instagram

Quem pratica o esporte sabe que a relação com a corrida pode ser de muito amor e também de muita dor. E foi assim com a servidora pública Paola Carrijo, que enfrentou diversas lesões e até chegou a quase perder uma perna, pensando que nunca mais iria correr.

Uma relação de amor e dor

A relação com Paola Carrijo com o esporte começou desde a infância. Quando criança, a influencer fez de tudo um pouco, ballet, hip-hop, handebol, vôlei, até conhecer a corrida nos primeiros anos da faculdade. “Comecei a correr para participar dos Jogos Jurídicos, por brincadeira, na pracinha perto da minha casa”, relembra e conta como foram suas primeiras passadas. “Apesar da minha performance nos Jogos ter sido péssima, isso despertou uma nova paixão. Saí da pracinha, fui para as ruas, parque, até começar a me inscrever em provas e nunca mais parar”.

Após ter sido picada pelo famoso bichinho da corrida, Paola Carrijo não parou mais. Mas, assim como outros atletas sua grande dificuldade foram as lesões. Por não querer ficar afastada das pistas, a servidora pública insistia em treinar mesmo com dores, o que lhe rendeu diversos problemas, como canelite, fascite plantar por estresse, síndrome piriforme.

paola carrijo

Foto: Reprodução/Instagram

Mesmo lesionada, a influencer de 30 anos participou da Meia Maratona de Santiago deste ano, o que lhe rendeu uma bolha por onde entrou uma bactéria. “Tive tendinite, bursite, artrite… Enfim, quase todas as ‘ites’. Me questionei muito na época porque isso havia acontecido comigo, até porque quase perdi a minha perna e fiquei um tempo internada no hospital”, relembra a infecção que a fez repensar outras coisas da vida.

“Mas hoje vejo como algo positivo, tudo se resolveu e depois de um tempo fui convidada pela Under Armour para participar da Maratona de NY“, conta. Após se preparar por dois meses Paola teve um resultado surpreendente para si mesma. “Foram os melhores 42 km da minha vida!”, afirma.

Paola além da corrida

Quem acompanha Paola nas redes sociais sabe que sua rotina de treinos vai além da corrida. A servidora pública sempre posta seus vídeos praticando musculação, sem deixar transparecer que tem dificuldades para conciliar a corrida com a atividade de força.

“Minha rotina de trabalho – também sou assessora no Ministério Público – é muito puxada, então não consigo me programar em todas as semanas com relação aos dias exatos em que farei musculação de pernas e corrida”, explica um pouco de seu dia a dia. Apesar disso, ela conta que a musculação tem dois dias garantidos em sua semana. E que não corre após fazer os exercícios na academia, ou no dia seguinte.

paola carrijo

Foto: Reprodução/Instagram

“Se tenho uma prova importante no domingo, por exemplo, tento treinar pernas no máximo até quinta de manhã, para evitar fadiga. Quem gosta de conciliar ambas as práticas, recomendo que invista bastante em liberação miofascial“, aconselha Paola que faz a técnica com rolinhos da academia ou em casa.

Em relação à alimentação saudável, Paola começou a focar mais nos últimos dois anos após começar a se consultar com o Coach Bueno.”Deixei de consumir sorvetes, chocolates e afins, que era meu costume principalmente aos finais de semana, e deixei-os para momentos que valem a pena”, comenta.

Se você quer saber mais da corredora, acompanhe seu Instagram @paolacarrijo e não deixe de conferir as dicas dadas por ela sobre o esporte a seguir!

Dicas da Paola Carrijo para quem deseja começar:

Gostou de saber da história da Paola Carrijo? Então não deixe de nos acompanhar nas redes sociais e nos contar a sua também. (InstagramFacebook e Twitter)

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você