Connect with us

O que você está procurando?

Corrida

Adidas inova com novo formato de prova

Confira os melhores momentos da Adidas Boost Endless Run

Foto: Vanessa de Sá
[PAGE TITLE]

Dia 14 de setembro, domingo de sol. Cerca de 2900 pessoas se reuniram em frente ao Jockey Club de São Paulo para dar largada à inovadora prova da Adidas, a Adidas Boost Endless Run. O desafio é completar três provas praticamente consecutivas: 10km, 5km e 1km , essa última privilégio apenas para os 150 atletas (100 homens e 50 mulheres) com os melhores tempos nas duas primeiras etapas. O diferencial do Boost Run é a “quebra” entre uma prova e outra, o que faz com que, mais do que nunca, o atleta tenha de saber dosar a energia. Caso contrário, dificilmente chega aos 1000 m.

Às 7h em ponto, o pelotão deu início aos 10 mil. Meia hora depois, chegava o primeiro colocado, o baiano Renilson Vitorino da Silva, com o tempo 30min35seg. “Bati o meu recorde, o que me deixou bem feliz, porque o ritmo estava muito forte. Eu não tenho técnico e costumava só fazer rodagem. Soube da prova por uma revista”, contou. Maurício Ralo veio com um grupo do São Paulo Futebol Clube. ” Ótimo que surjam provas que fogem do óbvio. Fui bastante conservador nos 10km porque agora é que o bicho pega.”

Baldes de gelo, maçã, massagem, banana aguardavam os atletas, ferramentas para acelerar a recuperação. Até o ex-capitão da seleção brasileira, Cafu, deu o ar da graça. “Fiz em 45min, mas não tô preparado para os 5km. O legal é a interação”, disse o ex-jogador. Convidado pela Adidas, o humorista Fábio Porchat correu os 5km. Foi minha primeira prova e acho que mandei bem.”

Advertisement. Scroll to continue reading.

Às 8h40 foi dada a largada para os 5000m. Luis Paulo Silva foi o primeiro colocado da etapa, com 14min51seg. Vencedor do primeiro desafio, Renilson chegou em terceiro. Giovanna Martins foi a vencedora dos 10km e dos 5km.
Mas o “pega pra capar”, a prova de 1000m, teve início por volta das 11h – atraso de mais de uma hora, diga-se. O último desafio, apenas com os atletas mais velozes nas duas primeiras etapas, foi dividido em cinco baterias masculinas e duas femininas. Sob um sol de rachar a cuca, Romildo Batista e Adriana Silva tiveram os melhores tempos do desafio 1km.

Se você também participou, compartilhe usando as hashtags #boostrun #eucorro#sportlife! Confira as fotos do evento:

[galeria id=11]

Advertisement. Scroll to continue reading.
Opinião: Espertalhões tumultuam prova

O calor do domingo, dia 14 de setembro, estava infernal. O desafio final do Adidas Boost Endless Run, a prova de 1 km, estava prevista para começar às 10h, terminando, no máximo, por volta das 10h30. E eis que todo mundo espera, espera, e a etapa final não tem início. Eis que o “locutor” oficial anuncia que a prova ainda levaria algum tempo para ter início porque alguns “espertalhões” resolveram burlar as regras para tentar se dar bem. Uns correram com um chip de uma mulher (provavelmente a namorada), outros, com dois chips. Com isso, o desafio final só deu largada por volta das 11h e pouco da manhã, com um calor de rachar, o que muito possivelmente deve ter feito os tempos finais caírem. Eu me pergunto: quem tem coragem de se inscrever numa prova que, antes de mais nada, é pra divertir, socializar, integrar, para encará-la no espírito do “vou me dar bem”?

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Advertisement

Você também vai gostar

Fitness

Treinador explica como priorizar o músculo com eficiência e sem passar do ponto

Nutrição

Além de saudável, alimento consegue aumentar a força do organismo em vários sentidos

Emagrecimento

Médica endocrinologista revela as principais dicas para garantir um emagrecimento saudável e definitivo

Nutrição

Descubra como manter uma dieta equilibrada durante todo o ano, sem abrir mão de ingredientes saborosos