8 erros do triatleta iniciante que são possíveis de evitar

Você é novato no triatlo? Pois pode estar cometendo alguns erros capitais. Saiba quais são eles

8 erros do triatleta iniciante
Foto: Pixabay

Sempre que começamos em uma nova modalidade, é normal cometer alguns deslizes. Afinal, ninguém nasce sabendo! Por isso, ajuda de profissionais é fundamental para evitar erros que podem prejudicar no longo prazo. Compartilhamos, a seguir, os principais erros de quem é triatleta iniciante (e como fugir dessas ciladas):

8 erros do triatleta iniciante que são possíveis de evitar

1. Aumentar rapidamente o volume de treino

Aumente a carga de treinamento no máximo 2% a 3% por semana e, a cada 4 semanas, tire uma para descansar.

2. Ignorar os alongamentos e a prevenção de lesões

Reserve um tempo para trabalhar a flexibilidade das articulações-chave, abdômen e lombar. Isso o ajudará a suportar os treinos e a evitar lesões.

3. Depender da tecnologia em vez da técnica e da destreza

Muitos triatletas sentem a necessidade de aumentar o volume de treinos em vez de desenvolver a técnica de cada uma das modalidades.

4. Focar nos pontos fortes em vez de trabalhar o seu ponto fraco

Triatletas com histórico na corrida terão, claro, muito mais facilidade para encarar as passadas do que a natação ou a bike. Cada sessão de treino é uma oportunidade de obter vantagens competitivas e de melhorar um aspecto do seu rendimento. Tire proveito de cada uma delas para melhorar os seus pontos fracos em vez de investir onde você já é bom!

5. Evitar o trabalho de velocidade

Triatlo é um esporte de resistência. Há momentos em que a velocidade é importante, e ser capaz de mover-se rapidamente quando as circunstâncias pedem é uma vantagem competitiva valiosa. Ou seja, tem, sim de treinar velocidade!

6. Comer o que quiser porque treina pesado

Treino pesado não é motivo para você se dar ao luxo de comer o que vier à cabeça. O treino para uma atividade que demanda bastante do corpo requer que você ingira carboidrato, e não qualquer porcaria!

7. Não descansar

Repouso, recuperação, regeneração e relaxamento são palavras que descrevem o processo que permite ao corpo adaptar-se ao treino pesado. Dormir o suficiente, fazer uma massagem, praticar outra atividade para relaxar, comer bem e alongar-se são essenciais para que a sua recuperação seja eficiente.

8. Treinar sempre em alta intensidade

Treino aeróbio ajuda a desenvolver resistência e prepara o corpo para um trabalho mais duro. Deve ser feito em uma intensidade mais baixa, com ritmo e respiração relaxados.

 

Gostou das dicas? Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais para saber mais sobre saúde e esporte: InstagramFacebook e Twitter!

 

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você