Conheça 3 exercícios inusitados de Pilates

Os exercícios são realizados com música, muita fluidez e de forma bem divertida

Ballet Pilates com elástico
Foto: Divulgação

Você conhece o Ballet Pilates? Ele é uma união da beleza e leveza do ballet com a disciplina e a força do Pilates. A modalidade vem inovar mais uma vez, propondo 3 exercícios bem diferentes para queimar calorias e delinear o corpo de maneira bem dinâmica e divertida.

Criado pela pioneira na modalidade no Brasil, Audrea Lara, mostra 3 diferentes maneiras de se exercitar unindo Ballet com Pilates. Audrea é profissional de educação física. Carrega na bagagem a certificação feita do puro Pilates com a herdeira direta de Joseph Pilates. “Nossa inovação é trazer dinamismo e assim garantir a perda de peso, o fortalecimento muscular, alongamento, flexibilidade, alinhamento postural, melhora do equilíbrio e do condicionamento cardiovascular“, diz.

VEJA TAMBÉM: Pilates: benefícios, dicas e cuidados extras

Rebolando

Mulheres em aula de Ballet Pilates com bambolês

Foto: Divulgação

Assim é o Bamballet. São exercícios intensos feitos dentro do bambolê de maneira confortável que trabalham o equilíbrio em cada rebolado. Aqui, cada passo de dança mescla a coordenação motora aliada a força muscular. Isso sem contar nos ganhos com o alinhamento postural. O bambolê passa por todas as partes do corpo, trabalhando todos os grupos musculares ao mesmo tempo. Assim, é possível fazer o de gagéa la second (deslocamento lateral com o bamballet), teaser (abdominal do pilates com o bamballet), toca do coelho ( exercício de agilidade e flexibilidade realizado com o bamballet).

Nas alturas

Mulheres em aula de Ballet Pilates com tecido

Foto: Divulgação

Tecidos coloridos fixados na barra parecida com a do ballet, mas com três níveis de apoio. É isso que garante a segurança para que os movimentos sejam feitos para melhorar a mobilidade das articulações e desenvolvam a força muscular. Tudo é feito dentro de um tecido acrobático e mistura ritmo, fluidez, diversão e segurança. O Ballet Pilates Nas Alturas diminui as possibilidades de lesões, já que as alunas ficam dentro do tecido que engloba o corpo todo e isso melhora a força e o equilíbrio. Assim, é possível fazer: Flutuação (exercício no ar com o tecido acrobático, para trabalhar os músculos adutores), Elevação do quadril ( exercício super intenso, que trabalha glúteos e posteriores de coxa), Preparação para Piroueta (piroueta é um dos giros mais difíceis do balé. Nesse exercício com o tecido acrobático, ele ajuda na execução desse exercício tão difícil).

Usando um bastão com alças e elástico

Ballet Pilates com elástico

Foto: Divulgação

Assim é o Stick: um bastão de madeira com alças e elástico, fixado na barra de ballet. Ele permite movimentos que melhoram a mobilidade das articulações e desenvolvem a força muscular. Assim, é possível fazer Reverence (exercício de equilíbrio que promove a estabilidade corporal e o alongamento), Cardio Passé (exercício intenso aeróbico, aumenta a frequência cardíaca) e Roll up ( exercício clássico do pilates com o stick).

Fonte: Audrea Lara

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você