Connect with us

O que você está procurando?

Saúde

Exercícios físicos aliviam sintomas depressivos, diz estudo

Mais um trabalho de pesquisa para que haja conscientização de uma vida física ativa

Exercícios físicos aliviam sintomas depressivos
Exercícios físicos aliviam sintomas depressivos - Shutterstock

Diversos motivos contribuem para uma vida sedentária. Porém, um esforço é sempre válido para manter a saúde em dia. Afinal, toda essa inatividade pode custar caro. É o que aponta um estudo da Universidade Politécnica de Hong Kong. Onde, de acordo com os pesquisadores, exercícios físicos aliviam os sintomas depressivos.

Exercícios físicos aliviam sintomas depressivos; saiba mais

Os pesquisadores se basearam em estudos que apontam a relação entre o exercício físico e as reduções de sintomas depressivos. E, paralelamente, pontuaram que existem evidências selecionadas sobre os mecanismos neurobiológicos subjacentes em relação ao efeito antidepressivo do exercício.

Assim, os pesquisadores usaram como “guia” as diretrizes do PRISMA e bancos de dados de estudos randomizados e relevantes publicados até 12 de setembro de 2022. A proposta de investigação é  o mecanismo neurobiológico da intervenção dos exercícios nos sintomas depressivos.

Após incluir 32 artigos para revisão, os estudiosos pontuaram que essas descobertas mostraram que o cortisol e o fator neurotrófico derivado do cérebro atuaram como mediador potencial comum subjacente aos efeitos antidepressivos dos exercícios mente corpo e físicos.

Dessa maneira, há a conclusão de os exercícios aumentam a neurogênese, redução de citocinas pró-inflamatórias e melhora da aptidão cardiorrespiratória, mas existe a necessidade de outros estudos de alta qualidade para as respostas neurobiológicas à mente corpo ou que os exercícios físicos são indicados para compreensão ampla de efeitos antidepressivos.

A visão da especialista

“A prática regular de atividade física contribui muito para amenizar sintomas depressivos. Além de melhorar a oxigenação no cérebro e contribuir para aumentar a atenção, percepção e memória, o organismo produz uma série de hormônios, responsáveis pela sensação de prazer e bem-estar, o que contribui para elevar a autoestima, autoconfiança, cognição e redução de estresse”, respondeu com exclusividade para o Sport Life a psicóloga dos hospitais Universitário Cajuru e São Marcelino Champagnat Dra. Ana Laura Brauner.

Escrito por

Advertisement

Últimas Noticias

Nutrição

Opção que ajuda manter o efeito real de uma refeição balanceada

Saúde

Os colaterais do medicamento podem ser extremamente perigosos para a saúde

Saúde

Opções que ajudam até em casos graves de desvios posturais

Saúde

Outra tese que reforça o trabalho diário da saúde mental

Saúde

Não extrapole no consumo para obter os benefícios desse fruto

Saúde

É a constância que ajuda na conquista de objetivos

Advertisement

Você também vai gostar

Nutrição

Opção que ajuda manter o efeito real de uma refeição balanceada

Saúde

Os colaterais do medicamento podem ser extremamente perigosos para a saúde

Saúde

Opções que ajudam até em casos graves de desvios posturais

Saúde

Outra tese que reforça o trabalho diário da saúde mental