Connect with us

O que você está procurando?

Nutrição

Para tomar cuidado: verdades e mentiras sobre o sal

O sal se tornou um vilão da saúde. Veja alguns fatos e aprenda as verdades e mentiras sobre esse item tão importante na mesa dos brasileiros!

Saleiro com sal de cozinha espalhado sobre uma plataforma. Veja as verdades e mentiras sobre o sal
Foto: Pixabay

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que os brasileiros estão pesando a mão no saleiro: consumimos mais do que o dobro de nutriente recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A média diária de ingestão no país é de 12g, enquanto o número recomendado é 5g. Trata-se de um dado preocupante, visto que o sódio, substância presente no sal, é responsável por males como hipertensão, disfunções renais e doenças cardiovasculares. Para fugir desse caminho patológico e proporcionar uma reeducação alimentar, com escolhas mais saudáveis no cardápio, além de conhecimento sobre alguns fatos, reunimos abaixo verdades e mentiras sobre o sal.

Verdades e mentiras sobre o sal

  • Os alimentos que mais contém a substância são os industrializados

Verdade. Salgadinhos de pacote, produtos enlatados e embutidos, queijos (mesmo o branco) e molhos prontos podem conter uma quantidade excessiva de sódio imperceptível e danosa ao organismo. Uma dica é checar os valores nutricionais das embalagens e observar a quantidade do sal na formulação do produto.

  • Sais gourmet como o do Himalaia e o kosher têm menos sódio do que os comuns

Mentira. Todos os sais contêm um teor semelhante de sódio (exceto os que declaradamente são pobres no mineral). Claro, o sabor pode mudar.

  • Consumo excessivo pode desencadear série de doenças

Verdade. O consumo excessivo de qualquer sal é prejudicial à saúde e pode desencadear diversas doenças. Em excesso, o nutriente pode causar hipertensão, edemas, cálculos renais, vesicais e biliares, hipoplasia da tireoide e disfunções das paratireoides. Vale ressaltar que o tipo refinado, por conter mais sódio e aditivos químicos, aumenta ainda mais os riscos de problemas.

  • Todo mundo responde ao sal da mesma maneira

Mentira. Nossa resistência ou sensibilidade ao sal dependem de fatores como idade e genética. Pessoas mais velhas, mulheres e negros, por exemplo, geralmente são mais sensíveis ao sal, quer dizer, a pressão arterial se altera fortemente dependendo dos níveis de sal na dieta.

Escrito por

Advertisement

Últimas Noticias

Nutrição

A melhor exposição ao sol é o combustível para ter esse tipo de absorção

Emagrecimento

Lembre-se que esse processo pode ser feito de maneira tranquila

Treinos

Saiba manter certo tom de vaidade para não afetar os seus treinos

Nutrição

Outro motivo para valorizar esse tipo de alimentação

Nutrição

Opção que ajuda a te deixar quentinho em tempo gelado

Emagrecimento

O esporte é a “ferramenta” que facilita esse processo de perda de peso

Advertisement

Você também vai gostar

Saúde

Especialista explica quais os perigos atrelados ao consumo excessivo de sal e mostra como reduzir o impacto da substância no organismo

Nutrição

Item indispensável na mesa dos brasileiros, o sal é responsável por provocar algumas doenças. Veja 4 opções para ganhar saúde à mesa!

Nutrição

Em excesso faz mal, mas se cortar radicalmente da sua dieta também prejudica: veja como ingerir a quantidade certa de sal

Nutrição

O sal se tornou um vilão da saúde, principalmente a dos brasileiros: consumimos mais do que o dobro sugerido pela OMS. Veja alguns fatos...