Polar M400, o relógio esportivo com bom custo-benefício

Testamos o modelo em diversos tipos de treino. Veja o seu desempenho

Foto: Divulgação

Não faz muito tempo que a Polar anunciou suas operações no Brasil. Seu lançamento oficial no país trouxe diversos relógios esportivos, entre eles o Polar M400, que monitora diversos tipos de atividade. O equipamento custa a partir de R$ 950 no e-commerce da marca e oferece muitas funções interessantes. Anna Paula Lima, jornalista e corredora amadora, testou a novidade e conta suas impressões a seguir. 

“Seja para planejar os treinos (e aí valem os de bike, corrida e… TODAS as suas atividades ), o relógio e GPS Polar M400 é um parceiraço: simples de usar – com ajustes e leituras bem intuitivas –, leve e com números bem grandes no display. Ou seja, se ajusta bem ao pulso de todo tipo de esportista.

Mas o pulo do gato da marca pode ter sido o blend do uso esportivo com o monitoramento de todos os movimentos (função normalmente encontrada nas pulseiras inteligentes). Testei as funcionalidades do relógio em treinos de corrida curtos e longos e também de bike e, na verdade, ele passou a ser um grande parceiro.

É fácil se adaptar ao relógio nas atividades diárias, pois ele registra cada período de treino, a modalidade escolhida (corrida ou ciclismo, por exemplo), tempos, calorias queimadas e, claro, se o seu objetivo foi atingido dentro de uma meta de tempo que você seleciona, chamada de temporização. Aliás, muito útil.

Essa temporização funciona assim: você edita e define o seu tempo médio para determinada distância. Exemplo: percorrer um quilômetro em 5min15s.  Tomando como base esse objetivo, dá para estimar seu tempo final de treino ou prova. O relógio emite alertas sobre o seu desempenho e indica um aumento ou diminuição de velocidade para atingir sua meta. Ou seja,  dá para corrigir ou ajustar seu desempenho ao longo do trajeto.

E, claro, como muitos outros modelos esportivos dá para registrar os dados e depois compará-los online ou no aplicativo da marca.

O único ponto negativo, acredito, é a velha (e incômoda) cinta.”

 

 

Ficha técnica do Polar M400

 

 

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você