Aprenda como acelerar a recuperação pós-corrida

Especialistas ensinam como acelerar a recuperação pós-corrida com truques rápidos que devem ser feitos imediatamente após o treino

recuperação pós-corrida
Foto: Getty Images

Após uma corrida, é normal que o corpo fique cansado. Principalmente as pernas, que são os membros mais exigidos durante a atividade física. Entretanto, será que é possível acelerar sua recuperação pós-corrida? O estresse causado depois de uma prova, por exemplo? Segundo Fabiano Braun, treinador e diretor técnico da Floripa Runners (SC), é possível, sim. O treinador recomenda um treino regenerativo nas próximas 48 horas pós-prova, para permitir que o fluxo de sangue recupere os músculos dos esforços que fizeram, principalmente se você percorreu uma longa distância.

“Praticantes de atividades físicas que não dormem o suficiente, não têm uma performance tão boa como os outros. Dormir bem reforça os padrões neuromusculares, tempos de reação e reservas de glicogênio. Nas noites que antecedem a prova você pode ficar um pouco ansioso e não conseguir dormir bem. Sendo assim, procure descansar de forma adequada no período pós-prova. Outra dica que pode ajudar muito é colocar gelo nos músculos imediatamente depois de uma corrida, isso fará com que reduza a inflamação e libertará os resíduos do corpo”, sugere Braun.

A alimentação também é parte essencial do plano de recuperação pós-corrida. Siga estas dicas para acertar na nutrição esportiva:

 

Caso o cansaço ainda persista, pode ser que você não tenha se recuperado como deveria.  Abaixo, estão alguns dos sintomas de uma má recuperação. Fique atento e se você se sentir assim passado dias da corrida, procure um profissional habilitado para te ajudar. É importante lembrar que o processo pré-prova também influencia tais condições. Por isso, aposte sempre em treinos prescritos por professores habilitados, realize um trabalho de fortalecimento e, se possível, invista em fisioterapia preventiva, que corrige e previne possíveis lesões e contraturas musculares!
  • Inflamação
  • Estresse
  • Baixa imunidade
  • Lesões nos tecidos
  • Fadiga acumulada
  • Irritabilidade
  • Perda de peso
  • Dores de cabeça
  • Pernas pesadas
  • Tonturas
  • Dores musculares

Fonte: nutricionista Glória Viana e Fabiano Braun, treinador e diretor técnico da Floripa Runners.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você