Alimentação pré-treino: três refeições para melhorar os resultados

Não sabe o que comer antes de treinar? Confira essas dicas e descubra qual é a opção ideal de alimentação pré-treino para o seu objetivo!

alimentação pré-treino
Foto: Shutterstock

Você quer ter um bom rendimento e dar o seu máximo no treino de alta intensidade? Nesse mundo ideal, é indispensável se alimentar da forma correta, principalmente antes de treinar. Se organizar e apostar em uma boa alimentação pré-treino com alimentos saudáveis é o segredo para ter energia suficiente para aguentar os estímulos durante a execução dos exercícios.

A proposta dos treinos de alta intensidade é levar o praticante ao seu limite em um curto período de tempo, por meio de estímulos intervalados, exigindo do corpo uma fonte de energia rápida para gastar. Segundo o professor da Bio Ritmo, Diego Bellotti, a falta de nutrientes consumidos no pré-treino pode resultar em um mal-estar do aluno, e, consequentemente, ele não conseguirá treinar da forma mais eficiente e intensa e não atingirá o resultado esperado.

Alimentos de alto índice glicêmico são uma ótima opção de pré-treino. Por elevarem rapidamente os níveis de glicose no sangue, fazem com que a pessoa tenha energia para treinar. “É importante dar preferência a alimentos leves, pois devido à alta intensidade do treino, o praticante pode passar mal caso faça a ingestão de alimentos errados”, explica Diego.

A nutricionista Fúlvia Gomes,  sugere três opções práticas para sua alimentação pré-treino. Veja qual se encaixa no seu perfil:

 

“Ter uma boa alimentação pré-treino é fundamental para alcançar bons resultados na dieta. O sanduíche completo é fonte de proteínas e uma opção para quem não possui restrições alimentares ou alergia a alimentos. Já a crepioca e a batata doce com frango são pré-treinos com fonte de carboidrato e proteína. O primeiro é indicado para pessoas que desejam queima de gordura corporal, e para quem tem restrição ao glúten.  E o segundo é ideal para quem busca hipertrofia e para pessoas com restrição ao glúten e lactose”, explica Fúlvia.

De acordo com a nutricionista, para que o corpo faça uma boa absorção dos nutrientes do alimento, é indicado que o consumo seja feito 30 minutos antes do treino, para fazer a digestão corretamente e não causar desconforto na hora de fazer os exercícios.

Fonte: nutricionista, Fúlvia Gomes Hazarabedian coordenadora do programa Bio Nutri da Bio Ritmo e educador físico, Diego Bellotti da academia Bio Ritmo.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você