Vai correr a São Silvestre? Confira oito dicas para os pés

Saiba como cuidar deles antes da corrida e ter um bom desempenho na prova

dicas para a são silvestre
Foto: FreePika

Está chegando o momento de uma das provas mais importantes e tradicionais no Brasil. Pensando nisso, separamos algumas dicas para a São Silvestre sobre os pés. Afinal, eles são os protagonistas, que te ajudarão a percorrer os 15km do trajeto.

Durante a corrida eles sofrem uma pressão e precisam de uma atenção especial depois dos treinos. Algumas precauções são necessárias para não colocar o seu desempenho em risco, por isso, a podóloga e coordenadora técnica da rede Doctor Feet Cristina Lopes, ensina algumas dicas para a São Silvestre sobre cuidados com os pés a seguir.

Dicas para a São Silvestre para não machucar os pés:

– Escolha um tênis adequado e use-o com meias de algodão, que absorvem o suor e ajudam a combater os fungos.

Não corte as unhas muito curtas, evite tirar totalmente as cutículas e não lixe demais a sola dos pés, principalmente antes da prova. Essas são proteções naturais do corpo que impedem a sensibilidade, calos, frieiras, infecções por bactérias e bolhas. O corte das unhas deve ser feito por um podólogo, profissional habilitado que, além de cortar e lixar corretamente, também poderá identificar e tratar doenças específicas.

Mantenha-os hidratados, pois isso evita o atrito com a meia e impede a formação de bolhas.

– Opte por palmilhas e protetores de silicone que absorvem o impacto e evitam o atrito com o tênis.

dicas para a são silvestre

Foto: Getty Images

Evite estourar as bolhas que costumam surgir nos pés, mantendo-os limpos, secos e em repouso, pois assim o risco de infecção é menor. Caso estourem, não remova a pele, ela servirá de proteção natural para a área machucada.

Use um tênis já amaciado. Isso evita surpresas desagradáveis como descobrir que o calçado pode gerar desconforto em alguma parte do pé.

– Após a corrida, faça um escalda-pés com água quente para relaxar e pingue algumas gotas de óleo essencial de melaleuca, que tem ação antifúngica, ou óleo essencial de lavanda, que é relaxante. Na falta dos óleos, junte à água um punhado de sal grosso, que ajuda na circulação. A reflexologia, uma massagem relaxante, também é recomendada para ajudar a relaxar, descansar e aliviar as tensões.

Gostou de saber as dicas para a São Silvestre? Então não deixe de nos acompanhar nas redes sociais InstagramFacebook e Twitter para saber mais sobre saúde, esporte, nutrição e muito mais.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você