Connect with us

O que você está procurando?

Fitness

Top 10: os exercícios favoritos da musa fitness Gabriela Pugliesi

Ao apostar em exercícios funcionais ela transformou o seu corpo e ganhou mais força. Confira os exercícios que fazem a cabeça da Gabi

Gabriela Pugliesi
Foto: Marcelo Trad
[PAGE TITLE]

Dona de um corpão invejável – nas redes sociais, são só elogios sobre o seu abdome seco e definido –, Gabriela Pugliesi faz jus ao sucesso que alcançou com seu blog e Instagram, que computa um milhão de seguidores. Gabi viu nas redes sociais uma oportunidade de compartilhar com as pessoas o seu estilo de vida. “Gosto de inspirar as pessoas a saírem de sua zona de conforto. E quem acompanha meu blog ou me segue no Instagram vê que eu não paro: posto vídeos dos meus treinos, da minha alimentação, da minha rotina. Quero que todos vejam que um corpo bonito é consequência de um estilo de vida que envolve consciência e, sobretudo, saúde.”

+ Playlist: as músicas favoritas da Pluguiesi para treinar 

Mas não pense você que ela passa horas na academia. “Acordo supercedo, lá pelas 5 da manhã, para treinar. Poderia acordar mais tarde, mas acho que dessa forma consigo motivar mais as pessoas, de forma que elas não tenham a desculpa de ficar mais tempo na cama. Meu dia é bem corrido e de manhã funciono bem, portanto, dedico uma hora aos treinos nesse período”, conta. Nos últimos seis meses, Gabriela resolveu focar em outro tipo de treinamento, baseado em exercícios funcionais. nais que usam apenas o peso do corpo como carga e trabalham a musculatura de forma global. E o melhor, feitos ao ar livre. O resultado é aparente: ela está mais magra, mais saudável e muito mais forte.

Advertisement. Scroll to continue reading.
gabriela pugliesi

Foto: Marcelo Trad

“Força não tem nada a ver com ficar sarada e musculosa. Ganhei força de dentro para fora, pois os exercícios em que agora invisto trabalham muito a musculatura profunda e não a superficial. Minha capacidade de suportar meu próprio peso, por exemplo, está maior do que nunca. Antes eu não conseguia fazer nem flexão!”, revela. Por acionar todos os músculos do corpo, o treino despacha um caminhão de calorias, além de melhorar o condicionamento e a resistência e desenvolver consciência corporal. “E a vantagem é que você pode treinar em qualquer lugar, não tem desculpa. É um jeito de se exercitar que nunca irei abandonar, porque não abro mão de treinar ao ar livre, de manter o contato com o verde”, conta.

A blogueira não para quieta e ama experimentar coisas novas. Também tem feito aulas de ballet fitness, que ajudam a definir os músculos, e acroioga, modalidade que mistura ioga e acrobacia, em que você pratica em dupla ou com mais pessoas.

Treino da virada

Esses são os movimentos que a blogueira mais gosta de fazer e que ajudaram a mudar o seu corpo. Você não tem desculpa para não copiar: tudo o que precisa é de um banco para fazer alguns desses exercícios e só. A frequência e o número de repetições dependem do seu condicionamento, portanto, converse com o seu professor da academia ou com seu técnico.

Leg pull up

Sentada, levante o tronco e quadris com os braços estendidos, alterne a elevação das pernas, mantendo o abdome contraído. Por que é bom: trabalha isquiotibiais, glúteos, flexores dos quadris, extensores da coluna e músculos da cintura escapular.

Advertisement. Scroll to continue reading.
gabriela-pugliesi-treino-1

Foto: Marcelo Trad

Flexão de braço com inclinação no banco

Em vez de fazer a flexão tradicional com os pés no chão, experimente apoiá-los no banco. Muito mais intenso que a flexão tradicional. Por que é bom: trabalha peitoral, tríceps e ombros.

Foto: Marcelo Trad

Foto: Marcelo Trad

Abdominal no banco

Sente-se e procure manter o apoio do corpo sobre todo o glúteo para ganhar estabilidade. Atenção à posição dos braços, que devem estar estendidos, assim com as mãos. Isso vai garantir a execução da postura final. Depois de alinhada na posição inicial, flexione as pernas e o tronco, como se estivesse fazendo um “V”. Volte à posição inicial e repita. Por que é bom: trabalha reto abdominal, oblíquos e flexores dos quadris.

Foto: Marcelo Trad

Foto: Marcelo Trad

Flexão de braço no banco

Com os braços estendidos e apoiados no banco, tronco reto e pernas estendidas, flexione os braços para descer o tronco. Retorne à posição inicial. Por que é bom: trabalha peitoral, tríceps e ombros.

Foto: Marcelo Trad

Foto: Marcelo Trad

Crab toe touch

Eleve o tronco e sustente a postura com as pernas e os braços esticados, as mãos devem estar abertas e firmes no solo, assim como os pés. O movimento é complexo: a mão esquerda deve subir e tocar o pé direito, que sobe simultaneamente e vice-versa. Por que é bom: trabalha todo o corpo, pois você precisará de um trabalho de equilíbrio, coordenação e força para manter-se na postura e fazer as trocas.

Foto: Marcelo Trad

Foto: Marcelo Trad

Prancha dinâmica

Desça o tronco com as pernas estendidas e vá engatinhando com os braços até a postura final ser a do corpo esticado, com os pés e mãos servindo de apoio para manter o corpo elevado. Por que é bom: trabalha reto e transverso abdominal, quadríceps, tríceps e peitoral.

Foto: Marcelo Trad

Foto: Marcelo Trad

Prancha lateral com elevação de quadril

Deitada e com as pernas flexionadas, eleve o tronco para um lado e levante os quadris na direção em que escolheu a elevação, como na foto. Faça o mesmo com o outro lado. Por que é bom: trabalha oblíquo do abdome, quadrado lombar, glúteos e ombros.

Gabriela Pugliesi

Foto: Marcelo Trad

Agachamento com salto

Comece com as pernas flexionadas, como se fosse sentar em uma cadeira. Os braços ficam à frente do corpo para garantir o equilíbrio. Salte e volte à postura inicial. Por que é bom: trabalha quadríceps, glúteos, panturrilha, isquiotibiais e lombar.

Gabriela Pugliesi

Foto: Marcelo Trad

Prancha abdominal com toque no ombro e elevação de perna

Em posição de flexão, encoste uma das mãos no ombro oposto e faça o mesmo com o outro lado. Na sequência, eleve uma perna e depois a outra. Repita o movimento das mãos e assim por diante. Por que é bom: trabalha reto abdominal, oblíquos e transverso abdominais, extensores da coluna, músculos da cintura escapular, glúteos e tríceps.

Gabriela Pugliesi

Foto: Marcelo Trad

Afundo no banco

Com uma perna à frente da outra (o pé da perna de trás está apoiado no banco), flexione os joelhos simultaneamente, de forma que a perna dianteira faça maior trabalho para a descida do afundo. As mãos ficam uma sobre a outra, de punho fechado, para garantir o equilíbrio do movimento. Por que é bom: trabalha glúteos, quadríceps e os músculos eretores da coluna.

Gabriela Pugliesi

Foto: Marcelo Trad

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você também vai gostar

Fitness

Treinador explica como priorizar o músculo com eficiência e sem passar do ponto

Fitness

Treinadora conta o segredo para conseguir aumentar o gasto calórico sem precisar sair de casa

Nutrição

Além de saudável, alimento consegue aumentar a força do organismo em vários sentidos

Emagrecimento

Médica endocrinologista revela as principais dicas para garantir um emagrecimento saudável e definitivo