Entenda o que são os aditivos alimentares e se eles fazem mal à saúde

Os rótulos estão repletos deles, mas para que servem? Descubra mais a seguir

aditivos alimentares
Foto: Getty Images

A maioria das pessoas está cada vez mais preocupada e interessada em saber o que come e como os produtos consumidos são feitos. E para quem lê os rótulos, com certeza os aditivos alimentares já devem ter aparecido, juntamente com a dúvida de para que servem e o que são. Pensando nisso, a Sport Life conversou com o nutricionista e Assessor Técnico do ITAL Airton Vialta sobre o assunto. Confira!

Afinal, o que são aditivos alimentares?

A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde) define aditivos alimentares da seguinte forma: substâncias adicionadas aos alimentos sem o propósito de nutrir, mas com o objetivo de modificar ou manter as características físicas, químicas e biológicas ou sensoriais desses produtos.

Os aditivos são usados no processamento de alimentos para cumprir diferentes funções, entre elas garantir a segurança, manter o frescor, agregar sabor, manter boa aparência e conferir textura adequada. Cada um deles é usado com uma finalidade específica e em quantidade pré-determinada.

aditivos alimentares

Foto: Getty Images

“No leite pasteurizado, por exemplo, inclusive por exigência legal, não se utiliza aditivos. No leite UHT são utilizados apenas os estabilizantes citratos e ou fosfatos, pois o produto passa por tratamento térmico mais severo que o leite pasteurizado. Já para outros produtos como pães, massas, biscoitos, geleias, maioneses, algumas bebidas, bolos, sorvetes, sobremesas, etc, necessita-se mais aditivos”, explica o pesquisador e Assessor Técnico do ITAL Airton Vialta.

O pesquisador  ainda explica o passo a passo do bolo. Para a indústria colocar no mercado um bolo que apresente o mesmo padrão nos diferentes lotes de produção, que mantenha sua qualidade e segurança por tempo suficiente para poder ser comercializado e consumido e que atenda as demais exigências do consumidor, ela terá que usar vários aditivos, como:

  • Fermento químico (bicarbonato) ou biológico
  • Aroma
  • Corante
  • Estabilizante (goma xantana)
  • Emulsificante (lecitina de soja)
  • Umectante (aumenta a umidade, sorbitol)
  • Acidulante (aumenta a acidez)
  • Conservante (evita o crescimento de microrganismos como bolores)

Aditivos alimentares fazem mal?

De acordo com o site Alimentos Processados, criado pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, os aditivos não fazem mal para a saúde, pois são usados em quantidades seguras para o consumo autorizadas pela ANVISA.

Já no site da Associação dos Consumidores Proteste, você pode conferir uma lista dos aditivos mais comuns utilizados pelas indústrias. Entre eles, destaques para os que você deve evitar e os que podem causar reações alérgicas. O site defende que o ideal é preferir alimentos simples menos industrializados e com pouco aditivo.

aditivos alimentares

Foto: Getty Images

Lembrando que se a sua opção for não consumir, todos os aditivos utilizados na formulação dos produtos devem estar listados nos rótulos. Normalmente sua descrição é precedida do grupo ao qual pertence (aroma imitação de baunilha; estabilizante: lecitina de soja; espessante: carragena; acidulante: ácido cítrico). Após a leitura, você poderá optar por comer, ou passar a vez, é só ficar atento.

Gostou de saber mais sobre os aditivos alimentares? Então não deixe de nos acompanhar nas redes sociais para saber mais sobre saúde e esporte. InstagramFacebook e Twitter.

Os comentários estão desativados.

Recomendadas para você